Concurso da UFRN: como foi?

ufrnA pessoa que em pleno meio de feriadão vai para Natal e ao invés de curtir uma praia, fazer um maravilhoso passeio de buggy ou visitar o maior cajueiro do mundo, vai para uma sala de aula enfrentar horas de prova realmente merece o meu respeito! Mas vida de concurseiro é assim mesmo, né?

Hoje (11) foi dia de prova da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e mal terminou  prova, a banca já liberou o gabarito! Bom porque acaba logo com a aflição e dá mais tempo da gente correr atrás dos recursos! Adorei!

Mas me contem: o que acharam da prova? O post é de vocês!

39 opiniões sobre “Concurso da UFRN: como foi?”

  1. Saí da prova achando que tinha ido muito bem, mas ao conferir o gabarito fiquei um pouco decepcionado. Tive 72% de aproveitamento. Português acertei apenas 5, não concordei com 3 gabaritos. Muito estranho. Lei 8112 considero difícil, muita decoreba. Fiz 8 em 10. E específica achei o nível médio a difícil. Acertei 23 em 30. Apenas 29 terão a redação corrigida, então acho que não estarei lá, infelizmente, pois gosto muito de Natal. Boa sorte a todos!

    1. Olá Duílio, também achei a prova de português muito estranha, me decepcionei com o gabarito e foi uma prova bem diferente das que geralmente a banca faz. Acho que para corrigir tinha que ter 60% em cada prova, ou não? Abs e boa sorte.

  2. Eu gostei da prova. Caiu muita coisa de rádio , tv, impresso e assessoria de imprensa. A surpresa foi editoracao eletrônica que não tava dentro da programação e caiu umas 5 e me ferrei. A redação tamb foi boa, sobre o tema: a sociedade deve fazer justiça com as próprias mãos ?

  3. Achei português bem chatinho, com algumas questões bem ambíguas até. A legislação foi bem ok e a prova de conhecimentos específicos (jornalismo) teve algumas que podem e devem ser questionadas, acredito. O tema da redação (Justiça com as próprias mãos) foi bem legal também. Eles pediram artigo de opinião.

  4. Sempre acompanho o seu site, é de utilidade pública, mesmo. Uma pena que meu primeiro comentário seja para lamentar a minha exclusão no concurso da UFRN. Resumo da ópera: 5/10 em port (eliminada, era no mínimo 60%), 10/10 legislação e 25/30 específica. Enfim, vida segue, apesar dos baques. A prova em si não foi difícil, mais é difícil quando uma banca se esconde em 5 tópicos geralzões, daí como questionar? Propor anulações?
    Ah, obrigada pelo espaço.

    1. Estão falando em anulação de uma questão de Português! Se isso acontecer, você não será eliminada! Parece que essa matéria foi difícil pra todo mundo, é o que tenho ouvido falar de quem fez a prova… Não desanima, vai em busca de recursos! E parabéns pelo excelente desempenho nas outras matérias!

      1. Laís, você foi muito bem!
        Como Mariana disse, corra atrás dos recursos. Eu estou correndo! Essa de português foi bem sacana, com opções dúbias, e a 7 é anulação certo porque é um erro claro da banca.

        Vou entrar com recursos em várias porque não sou obrigada! rsrs

      2. Anulação eu não sei, mas creio na alteração do gabarito de 3 questões de português. Cargo Tecnólogo/Ciência e Tecnologia.

      3. Realmente, a prova de português foi muito estranha e diferente das provas anteriores da mesma banca. Espero que mudem o gabarito ou anulem mesmo.

    2. Pessoal, lembrem-se que o edital fala em 60% das questões válidas. Sendo assim, caso uma questão seja anulada é necessário que vc acerte no mínimo 60% das 9 restantes. Assim eu entendi.

  5. Pessoal, alguém vai interpor recurso em alguma questão de Português? Não concordei com o gabarito da 06, que na minha opinião deveria ser a letra D.

    1. Concordo com você e discordei do gabarito de mais outras duas questões, a questão 1 e a questão 7, creio que as respostas corretas sejam as alternativas D e A, respectivamente. Outras pessoas concordam comigo. Sem falar que penso que outras questões deveriam ser anuladas por falta de resposta correta ou por mais de uma resposta correta. Fiz para o cargo de Tecnólogo/Ciência e tecnologia.

  6. Oi Mariana, achei a prova um pouco fácil, concordo com a maioria do pessoal. Pensei que tinha feito mais em português, fiz 6, regimento, fechei as 10 e específico 25. A redação foi um artigo de opinião. Acredito que cabe recurso em duas questões, a 27, sobre feature, que já foi tema de recurso em outras bancas e a questão 42, que falava sobre uma ação judicial da Folha de São Paulo contra a Assessoria do Senado Federal, questão incompleta e mal formulada.

    Bom é isso, vamos torcer. Continuaremos no caminho!

  7. Agora q vi os comentários, fico mais aliviado, pois fiquei preocupado c meu desempenho em português (q m eliminou). Tb senti q dava margem a mais d uma opção em interpretação d texto e é claro q marquei as erradas, rsrsrs. O edital era bem genérico mesmo, então n m surpreendi c a proporção dos assuntos específicos, já q a generalidade dá margem pra cobrança d qqr coisa, e isso é pessimo até pra questionarmos em recursos pq nos deixa sem argumentos mais consistentes. Confesso q o estudo e interesse em outros concursos não m deixou livre p m dedicar ao da UFRN. No fim das contas, essa não foi a “minha” prova. Vida q segue sem traumas. Concurseiro calejado… rsrsrs.

  8. Acertei 6 de Português, as 10 de legislação e 24 de conhecimentos específicos (40 no total). Das de Português, acredito que os gabaritos das questões 6 e 7 estejam invertidos entre si. A 6 é de interpretação, então abre espaço para questionamentos, mas a 7, ao meu ver, não tem como não ser uma oração subordinada substantiva. O gabarito trouxe como oração subordinada adverbial. Lei 8112/90 achei bem tranquila, mas também já estou com essa lei decorada de tanto que já a estudei para outros concursos. Já a de conhecimentos específicos, errei uma coisas bobas. E adorei o tema da redação!

    1. Concordo plenamente com você em relação ao gabarito de português. Além disso, discordo do gabarito da questão 1 também. Creio que a alternativa D seja a alternativa correta. Cargo Tecnólogo/Ciência e tecnologia.

      1. No finalzinho do texto fala algo relacionado a isso, mas muito sucintamente. Exatamente por isso que anda longe de ser o propósito comunicativo DOMINANTE no texto.

  9. Gente essa prova foi realmente babado! Português acertei 5 e tô tentando anular duas, legislação acertei 9 e específica acertei 24.

    Tô tentando anular as questões 6 e 2. Já mando o comentário das anulacoes

  10. Questão 6 recurso

    Eu argumentei assim:
    Considerando que filme é um gênero textual, conforme o Dicionário de Gêneros Textuais de Sérgio Roberto Costa, na página 100.

    Considerando o que fala Ingedore Kock, em seu livro, Introdução à linguística textual, na página 42 “A intertextualidade compreende as diversas maneiras pelas quais a produção/recepção de um dado texto depende do conhecimento de outros textos por parte dos interlocutores, ou seja, dos diversos tipos de relações que um texto mantém com outros textos. Devido à sua grande relevância para a construção do sentido…”
    Chega-se a conclusão que a alternativa correta é a letra D, pois no primeiro parágrafo, ao citar o exemplo de um filme (o exterminador do futuro), o autor recorre à intertextualidade para melhor atribuir sentido ao texto e fazer referência a conhecimentos sobre a Inteligência Artificial quando escreve “ antagonista que pretende exterminar a humanidade” ou quando fala “Esse é o propósito da Skynet, a versão militar e maligna da internet”.
    Logo, essas referências à I.A são materializadas em textos representativos de outros gêneros, ou seja, gênero filme, para explicar essa situação científica.

  11. Mais um recurso! tentando anular Agora a questão 23

    Considerando o autor Amaury Fernandes, no livro Fundamentos da Produção Gráfica, nas páginas 32 e 33, o tipo de letra Helvética é melhor utilizado para a composição de textos publicitários e não jornalísticos. São tipologias “boas para peças publicitárias de leitura rápida (outdoors ou adesivos de ônibus) e projetos de sinalização. Alguns dos exemplos de famílias pertencentes a este grupo são bastante conhecidas como a Arial, a FranklinGothic e a Helvética”.
    Considerando também que o mesmo autor, na página 33 cita que o tipo de letra ideal para textos jornalísticos são dos grupos das Famílias Romanas Antigas ou Euzevires, como as Times News Roman, a Garamond, a Palatino e a Euzevir. “ Estas tipologias são de boa legibilidade, e por seu designer harmonioso, são indicadas para longos blocos de textos impressos… Funcionam muito bem em jornais, livros e revistas…”
    Diante disso, a questão não tem resposta e deve se anulada por três motivos:
    1 – O enunciado cita o tipo de letra Helvética que é melhor utilizada para fins publicitários e não jornalísticos, como versa a letra a.
    2 – O enunciado não cita os principais tipos de letras usados como referência a textos jornalísticos que são: as Times News Roman, a Garamond, a Palatino e a Euzevir
    3 – A alternativa “a” estaria correta caso fosse omitida a palavra “jornalísticos”, deixando ,dessa forma, generalizado.

  12. Gente, também recorri da questão 31, sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Dei um “ctrl+F” na lei e não achei nenhuma recomendação de uso de tarjas em fotos de crianças ou adolescentes infratores – aliás, o que é uma coisa horrorosa hehehehe

  13. Gente, na minha opinião, a 5ª questão também está estranha. Vejam o item 3:

    “O 3º parágrafo apresenta dados estatísticos relacionados à percepção de especialistas
    acerca de riscos oferecidos pela I.A.”

    Na verdade, as estatísticas são sobre o aparecimento ou não de uma inteligência artificial que poderiam ser ruins ao ser humano, mas não se fala dos riscos em nenhum momento, por isso não marquei o item como verdadeiro.

    e quanto ao item 2, vejam o que ele diz:

    “O 2º parágrafo revela as causas mais prováveis do surgimento e do desenvolvimento
    da I.A.”

    Para mim, esse item é verdadeiro, na medida em que ele diz no segundo paragrafo, o seguinte:

    Um computador assim poderia se reprogramar para elevar sua própria capacidade. Mais poderoso, poderia fazer isso de novo, e de novo. Desenvolveria, assim, capacidades de observação, aprendizado e planejamento muito superiores à humana.

    O que acham?

    1. Pensei exatamente a mesma coisa desse item 3 e com certeza tentarei anular a questão.
      Também acho que está correto o item 2, mas durante a prova, por falta de atenção, eu li “releva” ao invés de “revela” e com isso marquei como errada a afirmativa.

      1. Falei com minha irmã que é promotora e já trabalhou na infância e juventude, um amigo que é professor de Direito na Ufersa e uma ex-professora minha da UFRN. Todos os 3 dizem que a questão tem que ser anulada, pois não havia resposta possível. No recurso, reclamo também pelo fato de no enunciado dizer que o ECA RECOMENDA, quando, na verdade, uma lei determina.

      2. Muito bom saber! Até o momento estou sendo eliminado por português, mas meu cargo é outro. Estou aqui de metido mesmo. uhsuahs
        Estou preocupado com uma coisa também, o edital diz que o candidato deve acertar 60% das questões válidas. Com isso eu entendo que, caso uma questão seja anulada, o candidato tem que acertar 6 das 9 restantes, pois 5 de 9 não dá 60%. Ou seja, entendi que anulação não conta como acerto. Espero ter entendido errado.

  14. Ufaa! Tava me sentindo uma burrona e arrasada por ter errado tantas questões de português…rs fiz com tanta certeza, em especial as de gramática que quando fui conferir o gabarito levei um baque. Também concordo com o pessoal, quanto a abrangência do edital para os assuntos de jornalismo…que impede o questionamento de alguns assuntos, como editoração eletrônica. Legislação apesar de ser decoreba, estava muito boa, gostei!!

  15. Alguém pode explicar a 35 sobre accountability? Nunca vi nada aprofundado sobre esse assunto.

    35. Algumas práticas brasileiras que buscam assegurar a responsabilidade social dos jornais, revistas, rádios e tevês aproximam-se das experiências consagradas de accountability no contexto internacional. A esse respeito, analise os itens a seguir:

    I Aplicação de punições e julgamentos morais
    II Aplicação de multas e cassações
    III Autodisciplinação ética e auto-regulamentação
    IV Prática de censura e autocensura jornalística

    Os itens que contemplam experiências brasileiras de accountability são
    A) I e IV.
    B) II e III. (a que marquei)
    C) I e III. (gabarito)
    D) II e IV.

    1. Já me metendo aqui, uma vez que eu não fiz essa prova (kkkkk), mas quando escuto esse termo relacionado ao jornalismo é muito sobre a assessoria de comunicação de órgãos públicos e a necessidade de prestar contas à sociedade das ações daquele setor. Tem a ver com ética, com princípios, com deontologia não existe uma punição (como multas e cassações, que é o ponto II), é tudo no campo da moral mesmo. Acho que o autor Eugenio Bucci fala um pouco sobre o assunto, dá uma pesquisada!

  16. Gente, estou com vocês em todas as questões comentadas aqui, principalmente nas de português. A Comperve, uma banca tão séria, parece que deu a prova de português para um “louco” fazer. Foi muito ridículo!! Fiz 6 em português; as outras 4 estão com gabarito errado, certeza. Mas daí a banca dá o braço a torcer, é outra história. Fechei a lei (10) e acertei 23 (:() na específica. Total: 39. O resultado das provas objetivas e o gabarito oficial está previsto para sair dia 30, sexta-feira da semana que vem!

  17. Pessoal, saiu o resultado e o gabarito final. Realmente, a prova de português foi a que reprovou a maioria absoluta dos candidatos/as. Foram alteradas duas questões, segundo a banca, por erro de digitação no gabarito preliminar.

  18. Realmente, português foi o pior desempenho da maioria, :/. Vão corrigir minha redação, fiquei em 14. O grande desafio é a banca se agradar das minhas “linhas”… Mas, avante! Muita coisa boa para acontecer em nossas vidas ainda!! Foco, persistência e fé em Deus!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s