Câmara do RJ abre concurso com oportunidades para Comunicação Social

camara_rjNotícia boa e fresquinha pra gente (obrigada a leitora e xará que me mandou as informações)! A Câmara Municipal do Rio de Janeiro divulgou no Diário Oficial do município o edital do concurso que tem algumas oportunidades pra gente. Atentem para os detalhes de cada um dos cargos.

CARGO 1: Analista Legislativo – Especialidade: Audiovisual (formados em Comunicação Social/ habilitação em Audiovisual, Rádio, Televisão ou Cinema)

VAGAS: 02 (vagas regulares)

CARGO 2: Analista Legislativo – Especialidade: Comunicação Social (formados em Jornalismo)

LOTAÇÃO PRIVATIVA: RIO TV Câmara

VAGAS: 02 (vagas regulares) + 01 (vagas para Negros e Índios)

LOTAÇÃO PRIVATIVA: ASCOM; RIO TV Câmara

CARGO 3: Analista Legislativo – Especialidade: Redação e Revisão (formados em Letras ou Comunicação Social)

VAGAS: 10 (vagas regulares) + 03 (vagas para negros e índios) + 01 (vagas para pessoa com deficiência)

LOTAÇÃO PRIVATIVA: Diretoria de Apoio Legislativo; Serviço de Debates; Serviço de Atas; Consultoria e Assessoramento Legislativo

As vagas reservadas a pessoa com deficiência e a negros e índios, caso não preenchidas, serão revertidas para o quadro de vagas regulares.

SALÁRIO: R$ 7.645,82 = R$ 1.946,90 (vencimento) + R$ 13,73 (direito pessoa) + R$ 2.920,35 (GDL – Gratificação de Dedicação Legislativa) + R$ 1.010,23 (auxílio alimentação) + R$ 744,38 (auxílio transporte) + R$ 1.010,23 (auxilio saúde)

CARGA HORÁRIA: 40 horas semanais

INSCRIÇÕES: de 20 de maio a 08 de junho, no site da Prefeitura do Rio de Janeiro

VALOR: R$ 90,00

PROVAS: Objetivas + Prova Prática (Audiovisual) ou Release (Jornalismo) ou Redação (redação e Revisão). As provas objetivas serão realizadas em 30 de agosto e as provas práticas em 08 de novembro.

Confira abaixo as provas, matérias cobradas, número de questões e pontuação, informações que variam para cada uma dos cargos.

1) AUDIOVISUAL
OBJETIVAS
– Língua Portuguesa (10 questões, cada uma valendo 1,0)
– Raciocínio Lógico Quantitativo e Analítico (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Noções de Informática (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Atualidades (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Ética do Servidor na Administração Pública (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Processo e Poder Legislativo (10 questões, cada uma valendo 1,0)
– Conhecimentos Específicos (30 questões, cada uma valendo 2,0)

2) JORNALISMO
OBJETIVAS
– Língua Portuguesa (15 questões, cada uma valendo 1,0)
– Noções de Informática (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Atualidades (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Ética do Servidor na Administração Pública (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Processo e Poder Legislativo (10 questões, cada uma valendo 1,0)
– Conhecimentos Específicos (30 questões, cada uma valendo 2,0)

3) REDAÇÃO E REVISÃO
OBJETIVAS
– Língua Portuguesa (15 questões, cada uma valendo 1,0)
– Noções de Informática (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Atualidades (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Ética do Servidor na Administração Pública (05 questões, cada uma valendo 1,0)
– Processo e Poder Legislativo (10 questões, cada uma valendo 1,0)
– Conhecimentos Específicos (30 questões, cada uma valendo 2,0)

COMECE A ESTUDAR
1) Língua Portuguesa
1. Leitura, compreensão e interpretação de texto contemporâneo. 1.1 Estruturação do texto e dos parágrafos. 1.2 Características e função, considerando o tipo (descritivo, narrativo, dissertativo, injuntivo) e o gênero do texto. 1.3 Localização de informações explícitas; inferência de informações implícitas. 1.4 Sentido e significado  de vocábulos e expressões no contexto. 2. Coerência e coesão na articulação do texto: pronomes e expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais. 3. Variação da língua. 3.1 Seleção vocabular e organização frasal adequadas ao contexto de uso. 3.2 Registro formal escrito: correção, clareza, precisão, concisão. 4. Redação oficial. 5. Estrutura e formação de palavras – valor morfológico e semântico dos elementos mórficos. Homonímia, sinonímia, antonímia e paronímia. 6. Ortografia oficial – segundo o atual acordo ortográfico. 6.1 Acentuação gráfica. 6.2 Emprego de letras. 6.3 Emprego do hífen. 7. Uso e função das diferentes classes gramaticais na construção de sentido do texto escrito. 7.1 Substantivo, adjetivo, artigo e numeral – a relação determinante/determinado. 7.2 Pronome: classificação, emprego, colocação e formas de tratamento. 7.3 Advérbio, preposição e conjunção: emprego e valor semântico. 8. Flexão verbal. 8.1 Emprego e valor semântico de tempos, modos e vozes verbais. 8.2 Correlação entre tempos verbais. 8.3. Concordância verbal. 9. Flexão de número e gênero: concordância nominal. 10. Regência nominal e verbal. 10.1 Ocorrência de crase. 11. Relações sintáticas e semânticas entre termos, orações e segmentos de texto. 11.1 Conectores que conferem coesão e coerência ao texto – coordenação e subordinação. 11.2 Termos oracionais. 11.3 Figuras de sintaxe. 11.4 Colocação de termos na oração. 12. Equivalência e transformação de estruturas sintático-semânticas. Reescrita de frases. 13. Emprego dos sinais de pontuação. 14. Denotação e conotação. 14.1 Uso e sentido das figuras de palavra e de pensamento.

REFERÊNCIAS:
AZEREDO, José Carlos. Gramática Houaiss da língua portuguesa. 2.ed. São Paulo: Publifolha, 2008.
BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.
BRASIL. Presidência da República. Manual de redação da Presidência da República. Gilmar Ferreira Mendes e Nestor José Forster Júnior. 2.ed. rev. e atual. Brasília: Presidência da República, 2002. Disponível em: http:// http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/manual.htm. Acesso em: 17/03/2015.
CUNHA, Celso; CINTRA L. F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. 5.ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2008.
FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio da língua portuguesa. 5.ed. Curitiba: Positivo, 2010.
GARCIA, Othon M. Comunicação em prosa moderna. 27.ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2010.
RIO DE JANEIRO. (Prefeitura). Secretaria Municipal de Administração. Manual de redação oficial da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: SMA, 2008. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/185333/DLFE-193326.pdf/RH_manual_redacao_oficial_2009.pdf. Acesso em: 17/03/2015

2) Noções de Informática
Microinformática. Modalidades de processamento. Hardware: conceitos, características, componentes e fun- ções. Dispositivos de armazenamento, de impressão, de entrada e de saída de dados. Barramentos. Interfaces. Conexões. Discos rígidos, pendrives, CD-R, DVD e Blu-Ray, impressoras. Software: conceitos, características, básico e aplicativo, sistemas operacionais. Ambientes Microsoft Windows XP/7/8 BR e Ubuntu Linux: conceitos, características, comandos, atalhos de teclado e emprego dos recursos. Conhecimentos e utilização dos recursos de gerenciamento de arquivos (Windows Explorer/Computador, KDE e Nautilus). Conhecimentos sobre editores de texto, planilhas eletrônicas e editor de apresentações (MS Office 2010/2013 BR e LibreOffice v4.3.5.2): conceitos, características, atalhos de teclado e emprego dos recursos. Redes de computadores: conceitos, características, topologias, protocolos, padrões, meios de transmissão, conectores. Web, internet, intranet, extranet, e-mail, webmail: conceitos, características, atalhos de teclado e emprego de recursos de navegadores (browsers Internet Explorer 11 BR X Mozilla Firefox v36.0.1 X Google Chrome v40 X Safari 5.1.7 ou superior). Outlook do pacote MSOffice 2010/2013BR e Mozilla Thunderbird 31.4.0. Segurança de equipamentos, de sistemas, em redes e na internet: conceitos, equipamentos, backup, firewall, vírus, medidas de proteção.

REFERÊNCIAS:
CASTILHO, Ana Lucia. Informática para concursos: teoria e questões. [S.l.]: Ed. Ferreira, 2012. (Série Concursos).
MANZANO, José Augusto N. G. Guia prático de informática [S.l.]: Érica, 2011.
MANUAIS técnicos oficiais dos fabricantes de equipamentos / periféricos e help/ajuda de hardware e software (Windows XP/7/8 BR, MSOffice 2010/2013 BR, Ubuntu Linux e LibreOffice v4.3.5.2) e browsers Internet Explorer 11 BR X Mozilla Firefox v36.0.1 X Google Chrome v40 X Safari 5.1.7 ou superior) e Mozilla Thunderbird 31.4.0..
TANENBAUM, Andrew S; WETHERALL, David. Redes de computadores. [S.l.]: Pearson, 2011.
VELLOSO, F. C. Informática – Conceitos básicos, [S.l.]: Campus, 2011.

3) Atualidades
1. Política. 2. Economia. 3. Cidadania e direitos humanos. 4. Educação e saúde. 5. Tecnologias da informação e comunicação. 6. Cultura, esporte e lazer. 7. Meio ambiente. 8. Infraestrutura e urbanismo

REFERÊNCIAS:
ARANTES, Antônio Augusto (org.). Cidadania. Revista do patrimônio histórico e artístico nacional. Rio de Janeiro: IPHAN. 2006. Disponível em: http://www.iphan.gov.br/baixaFcdAnexo.do?id=3201. Acesso em: 13/03/2015
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, com as alterações adotadas pelas Emendas Constitucionais números 1/1992 a 84/2014, pelo Decreto-Legislativo número 186 de 2008 e pelas Emendas Constitucionais de Revisão números 1 a 6/1994. 43.ed. Centro de Documentação e Informação. Brasília: Edições Câmara, 2015. Disponível em: http://bd.camara.gov.br/bd/handle/bdcamara/1708 Acesso em: 13/03/2015.
CARVALHO, Jaciara de Sá. Redes e comunidades: ensino-aprendizagem pela Internet.; 4. São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2011. (Série Cidadania Planetária).
CASTELLS, Manuel. Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.
HOBSBAWN, Eric. Globalização, democracia e terrorismo. São Paulo: Cia da Letras, 2007.
NAVARRO, Marli B.M. de A. et. al. Inovação tecnológica e as questões reflexivas do campo da biossegurança. Revista estudos avançados. n.28. v.80. p. 223_234, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/v28n80/19. pdf. Acesso em: 14/03/2015
PAULUS Jr, Aylton; CORDONI JR, Luiz. Políticas públicas de saúde no Brasil. In: Revista espaço para a saúde. Londrina, v.8, n.1, p. 13-19, Dez. 2006. Disponível em: http://www.professores.uff.br/jorge/v8n1_artigo_3.pdf. Acesso em: 13/03/2015
PINSK, Jaime (org.). O Brasil no contexto: 1987 – 2007. São Paulo: Contexto, 2007.
REIS, Rossana Rocha. Soberania, direitos humanos e migrações internacionais. Revista brasileira de ciências sociais, v. 19, n. 55, p. 149_163, jun. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbcsoc/v19n55/a09v1955.pdf. Acesso em: 14/03/2015
RIO DE JANEIRO (Estado). Constituição Estadual do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: ALERJ, 2012. Disponível em: http://www.alerj.rj.gov.br/processo6.htm. Acesso em: 14/03/2105.
VALIM, Ana. Migrações: da perda da terra à exclusão social. 11. ed. São Paulo: Atual, 2009.

4) Ética do Servidor na Administração Pública
1. Ética e moral. 2. Princípios constitucionais de natureza ética: moralidade, impessoalidade, probidade, motiva- ção e publicidade. 3. Crimes contra a fé pública. 4. Crimes contra a Administração Pública: crimes praticados por funcionário público contra a Administração Pública em geral; crimes praticados por particular contra a Administração em geral; crimes contra a Administração da Justiça e crimes contra as finanças públicas. 5. Decreto Municipal 13.319/94. 6. Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92). 7. Lei 8.666/93: Capítulo IV – Das Sanções Administrativas e da Tutela Judicial: Seção I – Das Disposições Gerais (arts. 81 a 85); Seção II – Das Sanções Administrativas (arts. 86 a 88); Seção III – Dos Crimes e Das Penas (arts. 89 a 99); Seção IV – Do Processo e do Procedimento Judicial (arts.100 a 108). 8. Lei 10.028/2000.

REFERÊNCIAS:
BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil.
______. Código Penal, e Legislação Extravagante sobre os tipos penais relativos ao servidor público.
______. Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992. Dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências.
______. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. (art. 81 a 108).
______. Lei nº 10.028, de 19 de outubro de 2000. Altera o Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, a Lei no 1.079, de 10 de abril de 1950, e o Decreto-Lei no 201, de 27 de fevereiro de 1967.
RIO DE JANEIRO. (Município). Decreto nº 13.319, de 20 de Outubro de 1994. Dispõe sobre Normas de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Municipal.

5) Processo e Poder Legislativo
1. Lei Orgânica do Município do Rio de Janeiro: Título I – Dos Princípios e Direitos Fundamentais (arts. 1º a 13); Título II – Da Organização Municipal: Capítulo I – Disposições Preliminares (arts. 14 a 29), Capítulo II – Da Competência do Município (arts. 30 a 37), Capítulo III – Das Vedações (art. 38); Título III – Da Organização dos Poderes: Capítulo I – Do Governo Municipal (art. 39), Capítulo II – Do Poder Legislativo, Seção I – Da Câmara Municipal (arts. 40 a 43), Seção II – Das Atribuições da Câmara Municipal (arts. 44 e 45), Seção III – Dos Vereadores (arts. 46 a 51), Seção IV – Do Funcionamento da Câmara Municipal, Seção V – Do Processo Legislativo, Seção VI – Da Procuradoria Geral da Câmara Municipal (art.86), Seção VII – Da Fiscalização Contábil, Financeira e Orçamentária (arts. 87 a 98); Título IV – Da Administração Pública; Titulo V – Da Tributação Municipal da Receita e Despesa e do Orçamento; Título VI – Das Políticas Municipais. 2. Constituição da República Federativa do Brasil: Título III – Da Organização do Estado, Capítulo IV – Dos Municípios (arts. 29 a 31); Título IV – Da Organização dos Poderes, Capítulo I – Do Poder Legislativo (arts. 44 a 75). 3. Estatuto dos Funcionários Públicos do Poder Executivos do Município do Rio de Janeiro. 4. Código de Administração Financeira e Contabilidade Pública do Município do Rio de Janeiro. 5. Regimento Interno da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

REFERÊNCIAS:
BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil.
RIO DE JANEIRO. (Município). Lei Orgânica do Município do Rio de Janeiro, de 05 de abril de 1990.
______. Lei nº 94, de 14 de março de 1979. Dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos do Poder Executivo do Município do Rio de Janeiro e dá outras providências.
______. Lei nº 207, de 19 de dezembro de 1980. Institui o Código de Administração Financeira e Contabilidade Pública do Município do Rio de Janeiro
______. Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Regimento Interno da Câmara Municipal do Rio de Janeiro

6) Raciocínio Lógico Quantitativo e Analítico (apenas para o cargo Audiovisual)
1. Operações com conjuntos. 2. Raciocínio lógico numérico: problemas envolvendo operações com números reais e raciocínio sequencial. 3. Conceito de proposição: valores lógicos das proposições; conectivos, negação e tabela-verdade. Tautologias. Condição necessária e suficiente. 4. Argumentação lógica, estruturas lógicas e diagramas lógicos. 5. Equivalências e implicações lógicas. 6. Quantificadores universal e existencial. 7. Problemas de contagem: princípio aditivo e princípio multiplicativo. Arranjos, combinações e permutações. 8. Noções de probabilidade.

REFERÊNCIAS:
CESAR, Benjamin; MORGADO, Augusto C. Raciocínio lógico – quantitativo. 4. ed. [S.l.]: Ed. Campus, 2009. (Série Provas e Concursos).
NUNES, Mauro César; CABRAL, Luiz Cláudio. Raciocínio lógico e matemática para concursos. 7. ed. [S.l.]: Editora Elsevier/Campus, 2011.
ROCHA, Enrique. Raciocínio lógico para concursos. 3. ed. [S.l.]: Editora Impetus, 2010.
ABDALLA, Samuel Liló. Raciocínio lógico para concursos. 1. ed. [S.l.]: Editora Saraiva, 2012.

7) Conhecimentos Específicos
a) Audiovisual
1. Elementos específicos da linguagem audiovisual presentes nas diferentes mídias e principalmente na convergência dos meios de comunicação. 2. As atribuições e responsabilidades do “Profissional de Audiovisual” nas diferentes estruturas de produção. 3. Os recursos artísticos, humanos, técnicos e de apoio à produção à sua realização. 4. A análise técnica das narrativas audiovisuais para as diferentes mídias e nos diferentes elementos da linguagem visual. 5. Teorias, formatos de vídeo e técnicas das diferentes edições televisivas não lineares. Submetidos aos padrões da transmissão de tv e web. 6. Gêneros de programas para televisão e web. 7. Análise crítica das diferenças e semelhanças entre cinema e televisão e terminologias de roteiros técnicos e literários. 8. Legislação sobre direitos autorais. 9. Principais equipamentos analógicos e digitais empregados em todas as fases da produção de um produto audiovisual para tv e web. 10. Classificação de planos, planos em movimento e ângulos de câmera.

CONTEÚDO PARA PROVA PRÁTICA
1. Técnicas de construção e realização de um produto audiovisual. 2. Criação e análise do roteiro, até a finalização e exibição do produto, que podem ser de dramaturgia, entretenimento, jornalismo, transmissões ao vivo e produtos para web.

REFERÊNCIAS:
COMPARATO, Doc. Da criação ao roteiro. [S.l.]: Editora Rocco, 2000.
FILHO, Daniel. O circo eletrônico, fazendo tv no Brasil. [S.l.]: Jorge Zahar Editor, 2001.
MARTINS, Vinicius. Fundamentos das atividades cinematográficas e audiovisuais. 2. ed. [S.l.]: Impetus/Campus Editora, 2012. (Série Provas e Concursos)
MOURA, Edgar. 50 anos luz, câmera e ação. 2. ed. São Paulo: Editora Senac, 2001.
OLIVEIRA, Ivan; PERES, Rafael; KOO, Ryan. Guia DSLR de cinematografia digital. Disponível em: http://cinematografico.com.br/guiadownload/. Acesso em: 17/03/2015
RIO DE JANEIRO. (Município). Empresa Municipal de Multimeios. A escola entre mídias – linguagens e usos. MultiRio, 2012. Disponível em: http://multirio.rio.rj.gov.br/ebooks/escola_entre_midias_linguagens_uso/escola_ entre_midias_linguagens_uso/. Acesso em: 17/03/2015
RODRIGUES, Chris. O cinema e a produção. [S.l.]: DP&A editora, 2002.

b) Jornalismo
1. Assessoria de comunicação. 1.1 Comunicação pública. 1.2 Opinião pública. 1.3 Pesquisa de opinião: planejamento elaboração de questionário e relatório. 1.4 Interatividade na comunicação. 1.5 Planejamento da comunicação. 1.6 Comunicação integrada. 1.7 Clipping. 1.8 Estilos de entrevistas. 1.9 Responsabilidade junto às fontes. 1.10 Gêneros e técnicas de redação jornalística. 1.11 Domínio de redação e edição para publicações impressas e web. 1.12 Edição online, recursos de interatividade, arquitetura da informação, comportamento do internauta. 1.13 Produção de releases para divulgação para a imprensa escrita, falada, treinamento para entrevistas para todos os tipos de mídia (rádio, televisão, jornal e mídias digitais, incluindo redes sociais). 2. Teorias da comunicação. 2.1 Comunicação, conceitos, paradigmas, principais teorias. 2.2 Papel social da comunicação. 2.3 A questão da imparcialidade e da objetividade. 3. Relações públicas: relacionamento das organizações com seus públicos. 3.1 Noções de cerimonial, protocolo e etiqueta. 4. Redação de textos dentro das normas jornalísticas. 4.1 Lide e sublide. 4.2 Coerência 4.3 Hierarquização de idéias. 4.4 Contextualização. 4.5 Definição do que é notícia. 4.7 Adequação ao público leitor. 4.8 Capacidade de edição. 4.9 Definição de título e subtítulos. 4.10 Textos para público interno e externo. 4.11 Conhecimento de termos e jargões da Comunicação Social. 5. Mídias sociais: conhecimento das características e funcionamento das mídias sociais. 5.1 Redação para mídias sociais. 6. Produção de programas para televisão. 6.1 Pesquisa. 6.2 Roteiro. 6.3 Locações. 6.4 Entrevistas. 6.5 Locução. 6.6 Estúdio. 6.7 Externas. 7. O texto para jornalismo televisivo. 7.1 Roteiro das reportagens televisivas: cabeça, off, passagem, sonora. 8. O processo legislativo. 8.1 Comissões permanentes e temporárias. 8.2 Organização político- administrativa da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. 8.3 Capacidade de compreensão dos textos elaborados pelos representantes do Poder Legislativo para a elaboração de pautas, matérias, releases, nas formas impressa, digital e audiovisual. 9. Compreensão de textos. 9.1 Localização de informações explícitas e inferências. 10. Legislação profissional em comunicação social. 10.1 Ética profissional.

REFERÊNCIAS:
BARBEIRO, Heródoto. Mídia Training: como usar a mídia a seu favor. 2. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2011.
BARBOSA, Gustavo Guimarães; RABAÇA, Carlos Alberto. Dicionário essencial de comunicação. Rio de Janeiro, Lexikon, 2014.
BRASIL. Presidência da República. Manual de redação da Presidência da República. Gilmar Ferreira Mendes e Nestor José Forster Júnior. – 2. ed. rev. e atual. Brasília: Presidência da República, 2002. Disponível em: http:// http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/manual.htm. Acesso em: 13/03/2015.
BOURDIEU, Pierre. Sobre a televisão. Rio de Janeiro, Zahar, 1997.
MANUAL de Redação da Folha de S. Paulo. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/circulo/manual_redacao.htm. Acesso em: 13/03/2015. PATERNOSTRO, Vera Íris. O texto na TV. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus Editora, 2006.
RIO DE JANEIRO. (Município). Secretaria Municipal de Administração. Manual de redação oficial da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: SMA, 2008. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/185333/DLFE-193326.pdf/RH_manual_redacao_oficial_2009.pdf. Acesso em: 13/03/2015.
______. Lei Orgânica do Município do Rio de Janeiro, de 05 de abril de 1990. Disponível em: http://www.camara.rj.gov. br (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Lei Orgânica do Município”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Lei Complementar nº 48, de 5 de dezembro de 2000. Dispõe sobre a elaboração, redação, alteração e consolidação das leis municipais, conforme determina o § 1º do art. 67 da Lei Orgânica do Município. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Lei Complementar 48”). Acesso em: 13/03/2015
______. Lei Complementar nº 111, de 1º de fevereiro de 2011. Dispõe sobre a Política Urbana e Ambiental do Município, institui o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Sustentável do Município do Rio de Janeiro e dá outras providências. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Plano Diretor da Cidade”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Regimento Interno da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Regimento Interno CMRJ”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Decreto nº 13.319, de 20 de Outubro de 1994. Dispõe sobre Normas de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Municipal. Disponível em http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/1812123/DLFE- 226870.pdf/1.0 Acesso em: 13/03/2015.
SALVADOR, Arlete; SQUARISI, Dad. A arte de escrever bem: um guia para jornalistas e profissionais de texto. São Paulo, Editora Contexto, 2004.
TRAQUINA, Nelson. Teorias do Jornalismo: vol 1. 3. ed. Florianópolis: Editora Insular, 2012.
WATTS, Harry. On camera: o curso de produção de filme e vídeo da BBC. São Paulo: Summus, 1990.

CONTEÚDO PARA A PROVA DE PRODUÇÃO DE RELEASE
1. Produção de releases para divulgação para a imprensa escrita, falada, televisionada e digital. 1.1 Hierarquização de idéias. 1.2 Contextualização. 1.3 Adequação ao público. 1.4 Definição do que é notícia. 1.5 Correção gramatical. 1.6 Capacidade de organizar press kit. 1.7 Itens fundamentais do release. 1.8 Correta utilização da linguagem jornalística. 1.9 Organização de mailing. 1.10 Correção na elaboração do título e na divisão do material. 2. Correção gramatical. 2.1 Coerência contextual e gramatical. 3. Pertinência das informações em relação ao conteúdo e ao público a que se destina. 4. Conhecimento de processo e Poder Legislativo e das normas institucionais.

REFERÊNCIAS:
BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 13/03/2015.
DUARTE, Jorge (Org.). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mídia. 4. ed. São Paulo: Editora Atlas, 2011.
FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS. Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros. Disponível em: http:// http://www.fenaj.org.br/federacao/cometica/codigo_de_etica_dos_jornalistas_brasileiros.pdf. Acesso em: 13/03/2015.
RIO DE JANEIRO. (Município). Lei Orgânica do Município do Rio de Janeiro, de 05 de abril de 1990. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Lei Orgânica do Município”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Lei Complementar nº 48, de 5 de dezembro de 2000. Dispõe sobre a elaboração, redação, alteração e consolidação das leis municipais, conforme determina o § 1º do art. 67 da Lei Orgânica do Município. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Lei Complementar 48”). Acesso em: 13/03/2015
______. Lei Complementar nº 111, de 1º de fevereiro de 2011. Dispõe sobre a Política Urbana e Ambiental do Município, institui o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Sustentável do Município do Rio de Janeiro e dá outras providências. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Plano Diretor da Cidade”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Regimento Interno da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Regimento Interno CMRJ”). Acesso em: 13/03/2015

c) Redação e Revisão
1. Texto legislativo. 1.1 Leitura, compreensão, redação e revisão do texto legislativo. 1.2 Aspectos formais da norma legislativa. 1.3 Competência para elaboração da norma. 1.4 Sentido e significado de vocábulos e expressões no contexto. 1.5 Aspectos legais da norma legislativa. 1.6 Pesquisa legislativa. 1.7 Aspectos formais e materiais das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs). 2. Redação e revisão de discursos. 2.1 Aspectos técnicos e jurídicos. 3. Redação e revisão de atas de sessões plenárias, de audiências públicas e de reuniões das comissões permanentes e temporárias. 3.1 Ordem do dia e seu acompanhamento. 3.2 Correção, clareza, precisão, concisão. 3.3 Métodos indutivo e dedutivo; indução. 3.4 Maniqueísmo. 3.5 Sofismas. 3.6 Estilística. 3.7 Dialética. 3.8 Ética na elaboração do texto. 4. Os âmbitos da argumentação. 4.1 Orador e auditório. 4.2 Persuadir e convencer. 4.3 Os efeitos da argumentação. 4.4 O gênero epidíctico. 4.5. O ponto de partida da argumentação. 4.6 A interpretação do discurso e seus problemas. 4.7. As técnicas argumentativas. 5. Noções de Lingüística. 5.1 Noções de teoria do signo linguístico. 5.2 Linguagem, língua e fala. 5.3 Significante e significado; significação. 5.4 Arbitrariedade e motivação; linearidade. 5.5 Referente, referência, representação, sentido. 5.6 Denotação e conotação. 5.7 A teoria da enunciação e a produção do texto escrito. 5.8 Enunciação e enunciado. 6. Ética profissional. 7. O processo legislativo. 7.1 Comissões permanentes e temporárias. 8. Organização político administrativa da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. 9. O Poder Legislativo Municipal. 10. Sociedade, ordem social e ordem jurídica. 11. O Município.

REFERÊNCIAS:
BARTHES, Roland. Elementos de semiologia. São Paulo, Cultrix, 2010.
BRASIL. Presidência da República. Manual de redação da Presidência da República. Gilmar Ferreira Mendes e Nestor José Forster Júnior. – 2. ed. rev. e atual. Brasília: Presidência da República, 2002. Disponível em: http:// http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/manual.htm Acesso em: 13/03/2015. ______. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Disponível em: http://www.planalto. gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 13/03/2015.
JAKOBSON, Roman. Linguística e comunicação. São Paulo: Cultrix, 2001.
PERELMAN, Chaïm; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado da argumentação: a nova retórica. 2. ed. São Paulo, Martins Fontes, 2005.
SALVADOR, Arlete; SQUARISI, Dad. A arte de escrever bem: um guia para jornalistas e profissionais de texto. São Paulo: Editora Contexto, 2004.
RIO DE JANEIRO. (Município). Secretaria Municipal de Administração. Manual de redação oficial da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: SMA, 2008. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/185333/DLFE-193326.pdf/RH_manual_redacao_oficial_2009.pdf. Acesso em: 13/03/2015.
______. Lei Orgânica do Município do Rio de Janeiro, de 05 de abril de 1990. Disponível em: http://www.camara.rj.gov. br (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Lei Orgânica do Município”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Lei Complementar nº 48, de 5 de dezembro de 2000. Dispõe sobre a elaboração, redação, alteração e consolidação das leis municipais, conforme determina o § 1º do art. 67 da Lei Orgânica do Município. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Lei Complementar 48”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Lei Complementar nº 111, de 1º de fevereiro de 2011. Dispõe sobre a Política Urbana e Ambiental do Município, institui o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Sustentável do Município do Rio de Janeiro e dá outras providências. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Plano Diretor da Cidade”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Decreto nº 13.319, de 20 de Outubro de 1994. Dispõe sobre Normas de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Municipal. Disponível em http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/1812123/DLFE- 226870.pdf/1.0 Acesso em: 13/03/2015.
______. Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Regimento Interno da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Regimento Interno CMRJ”). Acesso em: 13/03/2015.

CONTEÚDO PARA PROVA DE REDAÇÃO
1. Redação de textos legislativos e de discursos proferidos no curso do processo legislativo. 1.1 Métodos indutivo e dedutivo; indução. 1.2 Maniqueísmo. 1.3. Sofismas. 1.4 Estilística. 1.5 Dialética. 1.6 Ética na redação de textos. 2. Domínio da língua portuguesa. 3. Argumentação. 3.1 Os âmbitos da argumentação. 3.2 O ponto de partida da argumentação. 3.3 A interpretação do discurso e seus problemas. 3.4 As técnicas argumentativas.

REFERÊNCIAS:
BERNARDO, Gustavo. Redação inquieta. Rio de Janeiro: Rocco, 2010. BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 13/03/2015. CUNHA, Celso; CINTRA L. F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. 5.ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2008.
FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio da língua portuguesa. 5.ed. Curitiba: Positivo, 2010.
GARCIA, Othon M. Comunicação em prosa moderna. 27.ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2010.
PERELMAN, Chaïm; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado da argumentação: a nova retórica. 2. ed. São Paulo, Martins Fontes, 2005.
RIO DE JANEIRO. (Município). Lei Orgânica do Município do Rio de Janeiro, de 05 de abril de 1990. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br (encontrar nas abas do lado esquerdo da pá- gina. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Lei Orgânica do Município”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Lei Complementar nº 48, de 5 de dezembro de 2000. Dispõe sobre a elaboração, redação, alteração e consolidação das leis municipais, conforme determina o § 1º do art. 67 da Lei Orgânica do Município. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Lei Complementar 48”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Lei Complementar nº 111, de 1º de fevereiro de 2011. Dispõe sobre a Política Urbana e Ambiental do Município, institui o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Sustentável do Município do Rio de Janeiro e dá outras providências. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Plano Diretor da Cidade”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Regimento Interno da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Disponível em: http://www.camara.rj.gov.br. (encontrar nas abas do lado esquerdo da página. Clicar no elemento “Legislação” e depois clicar em “Leis Complementares” e, depois, no elemento “Regimento Interno CMRJ”). Acesso em: 13/03/2015.
______. Decreto nº 13.319, de 20 de Outubro de 1994. Dispõe sobre Normas de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Municipal. Disponível em http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/1812123/DLFE- 226870.pdf/1.0 Acesso em: 13/03/2015. SALVADOR, Arlete; SQUARISI, Dad. A arte de escrever bem: um guia para jornalistas e profissionais de texto. São Paulo: Editora Contexto, 2004.

CRONOGRAMA COM DATAS DOS CONCURSOS

LEIA O EDITAL COMPLETO

Anúncios

37 opiniões sobre “Câmara do RJ abre concurso com oportunidades para Comunicação Social”

  1. Li a notícia no site da Folha Dirigida, mas fiquei na dúvida sobre o que significa ter “registro no respectivo conselho de classe”.Seria o registro no Ministério do Trabalho ou está falando da obrigatoriedade de ser sindicalizado?

    1. Registro no Ministério do Trabalho, o chamada MTB ou DRT. O concurso não pode exigir a sindicalização do candidato, pois é inconstitucional.

  2. Mari, quando a formação é comunicação social, é aceitável qualquer curso? Jornalismo, Publicidade, RP? obrigada 🙂

    1. Se não especifica a habilitação, sim. No caso desse concurso, só o cargo de Redação e Revisão pode ser concorrido por RP e Publicidade também, por exemplo.

  3. Mas que ótima oportunidade! Adorei que eles abriram mais de uma vaga. Cansada de concorrer apenas por uma vaga e cadastro reserva. As referências estão ótimas.
    Boa sorte a todos, e partiu estudar, que pra esse tem bastante tempo 😉

  4. Olá, sabe se eles costumam chamar além das vagas oferecidas? Chamam bastante?

    Já tem definido a data da prova?

    Abçs

  5. Olá, Mariana e colegas concurseiros

    Alguém teria uma dica de curso virtual sobre a Lei Orgânica Municipal do RJ?

    Comprei o curso do Concurso Virtual, com o professor Fábio Ramos, mas…

    Obrigado desde já e boa sorte a todos!

    Abraços.

    1. Não, Ronaldo! O edital exige “diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Letras ou Comunicação Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC”.

  6. Bom dia, Mari!
    Você viu a data das provas objetivas e práticas no edital? Em qual item? Beijos, obrigada!

  7. Eu sempre fico com o pé atrás com concursos com provas “subjetivas”. Ainda mais para a câmara. Você acha que vai rolar maracutaia, que vão aprovar os “amigos”, pistolão, essas coisas?

    1. Vão nada! Se a gente desconfiar cheiro de qualquer coisa parecida, fazemos o maior auê! Vai ter Ministério Público, imprensa, o escambau! Relaxe o coraçãozinho e estude! Até hoje nunca ouvi reclamações dessa banca e ela fez um concurso recente para Câmara com vagas para o pessoal de Direito, que seria o primeiro a reclamar se tivesse “maracutaia”!

    1. É a própria Secretaria Municipal de Administração do Rio de Janeiro (SMA-RJ). É ela que organiza os concursos ligado à Prefeitura do Rio.

  8. Mari, você sabe se a prova de redação é uma redação comum a um tema pertinente à Câmara? É que eles colocaram tantas leis para a o conteúdo da prova prática… Será que eles podem pedir para criarmos um Decreto ou Parecer, por exemplo?

    1. Não tenho a mínima ideia… Mas acho que essas leis estarem constando na parte de Conhecimentos Específicos por indicar a possibilidade de pelo menos o tema sair dali. Mas acho que o texto será redação mesmo.

  9. Oi, boa noite!
    Gostaria, se possível, que me esclarecesse um ponto do edital. Em todos os demais cargos há uma lista de referência bibliográfica, porém para o audiovisual há referências apenas para a prova prática, não consta lista alguma para a prova de conhecimentos específicos.

    Devo considerar a mesma lista?

    Abraços!

    1. Na verdade, esses livros são mais para servir de uma referência, outros livros podem ser usados para os estudos. Essa lista acredito que pode ajudar sim nos conteúdos específicos.

      1. Oi Mariana,
        Obrigado pelo retorno. Acreditei que pudesse ser uma falha no edital.
        Abraços!

      2. Pode ser também! kkkkk! Mas acredito que os livros servem para ambas as etapas.

  10. Mariana,

    Você sabe se já saiu o local das provas e se já pode imprimir (e onde) o cartão de prova/confirmação/incrição?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s