Prova do Inca: como foi?

INCAE aí, gente? Quem mais estava na linda UFRJ pra fazer a prova do Inca? Eu nunca tinha ido lá, só passado pela frente e achei uma fofura a faculdade, a paisagem super bucólica! Minha sala dava vista para umas flores lindas, pena que a janela ficava atrás de mim e nem deu pra apreciar tanto a imagem…

Mas vamos ao que interessa: e a prova? Meu primeiro comentário: cansativa pacas! Uma redação, duas discursivas e ainda 60 questões! Eu fiquei esgotada!

Sobre a prova em si:

– Língua Portuguesa: O texto de Cecília Meireles foi uma fofura só! Mas as primeiras questões de intelecção gastaram meus neurônios! As outras de gramática achei tranquilas, mas com muitas questões tipo “exceto” “não é correta”… Tinha que ficar bem atento a isso!

– Ética e Legislação da Gestão Pública: Não estava difícil, mas como eram muitas legislações, mesmo pra quem conseguiu estudar todas, foi cansativo buscar os detalhes na memória!

– Política do SUS: Um pouco mais tranquilo que a de Ética e Legislação, mas algumas questões muito específicas! A da Alta Complexidade em Oncologia mesmo, o que foi aquilo? Essa teve quem ser “pim, pam, pum”!

– Conhecimentos Específicos: Muitas questões de tipos textuais, funções da linguagem… Os assuntos foram mais ou menos bem distribuídos e fora a questão do “ABX Newcomb” que eu nunca ouvi falar, não achei difícil.

– Discursivas: A primeira foi tranquila! Texto pra web sobre campanha de prevenção ao câncer de pele. E a segunda? Quem não lembrou da função expressiva (olha as funções da linguagem de novo), não teve como responder! Eu fiquei naquela angústia porque só lembrava do nome “função emotiva”, mas arrisquei e deu certo: era a mesma coisa!

– Redação: Foi fácil o tema, né? “Tabagismo: um grave problema de saúde pública”. Pior foi fazer tudo caber em apenas 20 linhas! Isso não se faz com um jornalista não, viu?

Bem, esse foi meu parecer inicial. Agora vamos aguardar o gabarito pra saber como foi, aquelas cascas de banana que caímos, ver se o que achamos corresponde à realidade! Me contem também o que acharam!

5 opiniões sobre “Prova do Inca: como foi?”

  1. Mariana, concordo com todas as suas observações! Muitooo cansativa a prova! Fiz na Cândido Mendes do Centro de Rio.

  2. Você esteve aqui??!! Que liinda! E viu os fogos no final, bem em frente, no Iate Clube? Foram ao céu por volta das 20h10, momento em que deixei a prova. Acho que foram para aliviar a tensão!!! jejejej… Bem, estou contigo e não abro em todos os comentários! Principalmente em relação a linguagem expressiva, fui direto para a emoção. Parece que o gabarito sai amanhã, aí verei o tamanho da minha tragédia. Certamente não passei porque naõ estudei direito. Agora vou me dedicar de verdade para a prova na Bahia – Poder Judiciário do Estado da Bahia! Bora cantar pra subir! Muito boa sorte, Mari!! Vc merece tudo de muito bom e de melhor! Boas festas e ótimo Ano Novo! E que seja já com um novo emprego público!! Até mais!!

    1. Oi, Ju! Não vi os fogos, saí um pouco antes… Estou ansiosa pelo gaba de amanhã, acho que vai ter muita coisa de casca de banana… Já teve umas que vi que errei de Legislação! Mas vamos que vamos! Boa sorte pra tu também e um 2015 de sucesso! Beijos!

  3. Achei complicada e cansativa. E algumas questoes truncadas. O que foi aquela da missa? genero jornalistico? Achei muito bizarro. As especificas de SUS e sobre oncologia me pegaram também, é esperar agora! Boa sorte a todos! Newcomb e Alex Primo (interatividade reativa ou nao) foram tirados do fundo do baú, ne!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s