Como foi: prova da Alepe?

“Sim, eu estou tão cansada, mas não pra dizer que eu não acredito mais em você…”. Gente, depois de uma mega maratona de viagens, gripe forte, dia inteiro de provas da Alepe, mais viagens de volta de madrugada, eu tô bem destruída! Mas foi bom deixar passar o calor da emoção para comentar como foi a prova!

Tem muita gente que está bem revoltada, achou que foi mal elaborada, absurda, que a FCC endoidou completmaente! Eu sai de lá querendo matar um! Mas analisando friamente, claro que sem desmerecer a revolta de inguém (nem mesmo a minha) vou tentar dar minha opinião mais analítica e menos emocional da prova!

Antes queria registrar novamente a emoção que tive de encontrar e conhecer tantos leitores queridos! Teve gente que veio me dizer que eu era “a que sabia de tudo”! Kkkk! Sou oráculo não, gente, sou apenas mais uma concurseira tentando ganhar 11 mil! Kkkk! Mas não senti aquela distância de “a menina do blog é minha concorrente” (odeio isso, sou pobre mortal igual a vocês), ao contrário, senti o carinho de muitas pessoas! Não rolou a foto final como eu tinha prometido, mas adorei cada pessoa que veio falar comigo, me abraçou, me reconheceu! Fiquei muito feliz!

Mas, voltemos ao que interessa…

TEMPO
Foi pouco para dar conta das 100 questões pela manhã e pouco para dar conta de redação + pauta/matéria à tarde! Fato! A ideia da banca acho que foi ver quem se virava nos 30 para dar conta de fazer tudo, mais do que ver quem estudou mais ou menos determinado assunto. Concurso é igual a Big Brother: nem sempre a prova é de inteligência (quase nunca é), a maioria das vezes é de sorte ou resistência! Comparação esdrúxula, mas é isso…

Eu por exemplo não consegui fazer (nem marcar chutando) 3 questões de Raciocínio Lógico!

PREVISTO NO EDITAL X QUESTÕES DA PROVA
Na parte de Impresso cairam questões de Produção Gráfica e Fotografia que NÃO ESTAVAM PREVISTAS NO EDITAL! Acho válido entrar com recurso, mesmo que a FCC não aceite!

Mas fora isso, a gente acaba reclamando que estudou um montão de direitos, que estudou Constituição Estadual, que imprimiu todo o livro da História da Imprensa em Pernambuco (acabou com umas 10 árvores inteiras só de papel! kkkk) e não caiu nada… Isso infelizmente pode acontecer, não tem como prever!

CONHECIMENTOS GERAIS
Português tava cansativa “pacas”! Inglês o textinho era bem chato, mesmo quem domina a língua reclamou. RL eu só consegui fazer metade das questões, então sem comentários! Os direitos e Regimento Interno foram bem “superficiais”, não cobraram nada muito profundo não! Agora era muita coisa para estudar, decorar, algumas coisas ficaram de fora e justamente aquela que cai na prova… Só Jesus na causa!

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Fora o que foi cobrado sem estar no edital, pelo menos na parte de Impresso não achei difícil não! Claro que escrevi uns desaforos na prova quando ela perguntou o nome do escritor polonês (sim, sou louca, converso com a prova!), mas a FCC é assim, cobra essas decorebas ridículas! Não dá para lutar contra a banca! A dos ângulos eu nem comento! Marquei direito no cartão resposta!

PROVAS PRÁTICAS E REDAÇÃO
Redação foi tranquilo, acredito que 9 em cada 10 pessoas tenham citado o caso do jovem amarrado no poste no Flamengo! Pelo pouco tempo, achei que não valia tentar fazer algo muito diferente, fui para o “arroz com feijão” mesmo.

Na matéria, o espaço foi pouco, as informações que deram forma muito superficiais… Custava ter um release, dados, outras informações que fundamentassem? Ninguém faz uma matéria a partir de uma entrevista com três perguntas! A minha ficou bem “rabujo”, mas era o que dava para fazer, até pelo tempo!

No mais, ainda hoje sai o gabarito. Vou esperar para poder dar meus comentários mais específicos de cada prova. E vocês, o que acharam?

Anúncios

50 opiniões sobre “Como foi: prova da Alepe?”

  1. eu fiz a prova de rádio e achei a mesma coisa que você: muita decoreba besta, típica da FCC, mas não caiu nada que não estivesse previsto no edital. a pauta/matéria pedia pra fazer um roteiro e eles não deram informação de nada, então liberou pra usar a imaginação mesmo. no mais, muito cansativa, mas bem previsível 🙂 p.s.: fiz prova na sala das marias e marianas mas não te achei kkkk 😦

      1. Também fiz a prova de rádio. A previsão de roteiro na prova discursiva não estava prevista no edital, que dizia claramente que cobraria uma PAUTA ou MATÉRIA. Acredito que cabe recurso.

      2. A previsão não estava prevista foi ótimo kkk Corrigindo, a possibilidade de roteiro na prova discursiva não estava prevista no edital 😉

      3. Algo mais ou menos como “violência e justiça nos tempos atuais”. Trazia antes um texto que falava sobre os casos de linchamento.

  2. Oi Mari, também saí de lá muito cansada. O atraso no começo da prova deixou todo mundo estressado, e se 4h30 já era pouco para resolver 100 questões,imagine com menos tempo ainda. Fiquei muito nervosa por causa do tempo, acabei respondendo um monte de questões no chute. Realmente, analisando com a cabeça mais calma, a prova de impresso não estava difícil. Alguém comentou no face que as questões de planejamento gráfico “nem quem trabalha na área saberia responder”. Achei o comentário exagerado, eram questões simples, mas que realmente não estavam no edital.
    Gostei do tema da redação (fui uma dessas 9 que falou do caso do flamengo kkkk), mas não tenho certeza se fui bem na matéria, depois que já tinha escrito tudo percebi um gancho bem melhor, perdido no meio da entrevista de apoio. Mas aí já era tarde.
    Agora é esperar pelo gabarito e ver como ficarão as notas….

  3. Minha amiga! Estou moída. Mas com a sensação de dever cumprido.Me dediquei 6 meses a essa prova e estou feliz com o meu desempenho. Consegui controlar bem o tempo (fiz cada questão consciente), claro que também chutei tecnicamente outras. Consegui fazer uma boa redação e claro citei o menino no poste(kkkk).

    Já na matéria consegui uns pequenos deslises…tipo…esqueci de contar os espaços no título e linha fina(affff)…no mais..sobrevivi…e as férias que havia tirado para a revisão final do concurso acabaram justamente hoje.

    Estou aqui na minha assessoria da prefeitura que trabalho atualizando notícias e de volta a realidade.
    Como sonhar não mata, estou aguardando o gabarito para chorar ou ficar com esperanças…Bjs e parabéns pelo blog. Me identifiquei de cara e não deixo mais de conferir as novidades. Até o próximo desafio!

  4. Oiii
    Eu fui bem ruim nos Direitos. O que eu mais sabia era Financeiro, e mesmo assim não gostei. Mas é isso mesmo, eu nunca tinha estudado Direito antes. Sobre a prova específica, eu achei bem fácil. Qualquer pessoa que conhece o mercado (basta ter estagiado) respondia a prova facilmente. Eu tava doida que caísse umas teorias do jornalismo, uns conceitos…mas só caiu uma, e eu errei na hora de marcar no cartão.kkkkkkk triste.
    Sobre a redação e a pauta…a minha redação tb ficou feijão com arroz, não consegui pensar em outra coisa. Fiz um link com a imprensa nisso tudo, e falei até da Raquel Sherazade,pq tinha lido um texto ótimo sobre o posicionamento dela sobre esses episódios. mas enfim, não gostei da minha redação não.
    Sobre a pauta/matéria, sou produtora de Tv fazem 300 anos, e fiquei com ódio de ter que escrever um off. Queria que tivesse sido pauta.kkkkkkk mas já fui chefe de reportagem, então é claro que tinha que saber fazer um off. Masss quase não consegui fazer a tempo, e na pressa, esqueci de colocar a notapé. E sinceramente, não sei onde ia entrar a notapé ali.

    Enfim! Obrigada pelas dicas do Blog! vamos seguir juntas que agora eu não desgrudo de você.

    beijão

    ps: tv estava na sala das Marias e Marianas. pelo visto tinham muitas! kkkkkkkkkkkk

  5. Alguém fez mídias digitais? Me pareceu tranquila, mas com muita casca de banana pra derrubar não-concurseiros, como eu hauahaua

      1. Fiz para Mídias Digitais também! Somei 115 pontos mas estou sem parâmetro, vamos tentar fazer um ranking, postem a pontuação de cada. Abs.

      2. Também fiz para mídias digitais. Entretanto, acho que não adianta comemorar ou lamentar logo agora. O desvio padrão pode mudar muita coisa.
        Vamos aguardar o resultado.

  6. O tempo pra mim foi tranquilo, consegui terminar antes e ficar esperando pra sair com o caderno do provas.
    Porém, inventei de começar pela específica achando que ia ser mais fácil (iludida) e foi um belo banho de água fria. Quando me deparei com as questões de planejamento gráfico, dei risada, por que não acreditava no que estava lendo. Detestei, de verdade. E também xinguei a do escritor polonês, mais ainda quando cheguei em casa, conferi e vi que nas duas que fiquei em dúvida, desprezei a resposta certa e chutei a errada (habilidade de chutar em provas: -100).
    De conhecimento geral, gostei de português, achei inglês chatinha e as demais estavam ok.
    Minha redação foi boa, mas minha matéria foi como a sua. O tempo apertou, a quantidade de linhas era pequena e saí com vontade de morrer porque o que escrevi esta muito aquém da minha capacidade.
    Agora é esperar o gabarito e os resultados.

  7. Mariana, pelo que eu soube, a Justiça anula questões se não há conteúdo expresso no edital. Caso a FCC não faça isso, só a vi anulando algo no concurso do TRT de Pernambuco (com a questão do noticiarista que não estava pedindo a legislação do profissional no edital), cabe ir à Justiça com certeza.

    1. Eu acho válido tentar. Ainda mais que estou vendo em outros editais da prórpia FCC onde especifica tais assuntos…

      1. POsso pedir uma ajuda a vocês…
        foi quantas questões sobre a constituição estadual…
        POis vou fazer a de agente legislativo domingo que vem e não sei se devo dedicar tanto tempo agora lendo a constituição do estado.
        Até pq tem esse regimento interno aqui que pe terrível.

  8. Olá Mariana!!! Sou Kátia de Aracaju e sou mais uma das contrariadas ao fazer a prova. Por um lado entendo a FCC em tentar elaborar uma prova mais caprichada para selecionar bem os candidatos, até mesmo em razão da Instituição Assembleia e valor do salário. Do outro lado, acho um absurdo fugir um pouco das temáticas e perspectivas abordando tópicos meio que excludentes do mundo comunicacional. Algumas questões no tocante à teoria de comunicação e jornalismo, outras destacando autores específicos, trazendo referências em contextos isolados (como o caso de Chomsky), sem contar as abordagens de fotojornalismo e produção gráfica. Acho que a FCC fugiu um pouco à própria regar das provas dela no tocante à comunicação social.
    Achei pouco tempo para 100 questões, e como você não me sobrava tempo para gastar tentando responder raciocínio lógico. Uma pena.. Vamos acompanhar com cuidado as etapas! Um abração e digo sempre: Vamos para frente porque é para lá que a vida caminha!!

  9. Eu tbm. Só fui reparar que tu estava na sala na parte da tarde qdo me liguei q era a sala dos M. Mas na boa, concentração na prova, q esqueci de ir dar oi rsrs
    E sobre a prova, estou mto frustrada. Parei de trablhar, e estudava 15h por dia. Pra chegar na prova e encontrar questões mtoooo estranhas. Não estava dificil, mas de fato, mto cansativa. Minha redação ficou bacaba, qdo cheguei na pauta nem lembrava qual era meu nome. Enfim, acho q o esquema agora é me preparar para os proximos pq Alepe me decepcionou, e mto.
    Abracos, e continuo acompanhando aqui 🙂

  10. Olá Mariana !
    Vi que muita gente reclamou que não deu tempo de fazer a prova da manhã toda, mas, isto faz parte da competição. A banca quer selecionar os mais espertos e não apenas os que melhor se prepararam.Incrível como muitos não leem o edital e chega na prova com dúvidas quanto a determinados questionamentos.As aulas do EUVOUPASSAR e os AULÕES DE REVISÕES que promovemos em parceria com o ESPAÇO HEBER VIEIRA ajudaram muitos alunos. No grupo SEI cravamos algumas questões , foi o que pudemos colaborar. Boa sorte agora na hora de conferir o gabarito. Abraço, Sten.

    1. É verdade, Sten! A gente vai fazendo concurso e vai entendendo que nem sempre a banca vai privilegiar quem estudou mais… É preciso saber fazer provas! Obrigada, estou na torcida!

  11. Olá Mariana, não sei se é interessante organizarmos uma espécie de ranking, após essa publicação dos gabaritos, com as notas das quatro áreas de Comunicação. Pelo seu site ser bastante visitado por concurseiros que fizeram esta prova teríamos uma prévia ao menos das médias das notas no concurso. Me considero totalmente fora, mas foi um bom incentivo para aumentar os estudos. Bem, como fiz a sugestão, segue o meu número de questões. ACERTOS: 29 de CG e 30 de CE = 89 pontos. (a pontuação é calculada 1 x Conhecimentos gerais e 2 x Conhecimentos Específicos).

  12. Pessoal, eu fiz para TV. Acabei de corrigir e estou quase me sentindo pior que ontem haha Tantas certezas que se foram por água abaixo haha Raciocínio Lógico e Financeiro foram as piores, para mim. Passei um tempão na maldita questão do ano bissexto e errei! Pode?

    A provade tv estava bem direta e cheira daquelas decorebas nojentas da FCC – tipo qual a capacidade de armazenamento de um LTO. Fala sério.

    Tem coisas que, mesmo, não sei de onde eles tiram. Fiz uma seleção de obras, modéstia a parte, bem completa de TV e eles me vem pedir sobre campanhas públicas e suas etapas.

    Além disso, a degraça do script que mandaram fazer! Pra começar, pediram a partir de 120s, o que daria 80 linhas. Mas 80 linhas de times new roman caixa alta. Como contar isso com minha letra? Na afobação do tempo, também me distraía e dividia palavras de uma linha para outra…

    De qualquer forma, toda experiência ruim é um aprendizado. Nunca mais esqueço que um LDO armazena 2,5 TB! Hahah

  13. Olá, Mariana! Olá, pessoal!

    Eu fiz para rádio e já atuo na área, em Maceió. A sugestão passada por cursinhos de ver provas passadas da FCC é superválida. Dei uma única olhada na prova específica para jornalista da ALERN e tinham várias questões semelhantes, para não dizer idênticas.

    Sem mais delongas, não me saí tão bem: acertei 26 (das 50 gerais) e 34 (das 50 específicas). Somando já com o peso 2 de específicas: 94 pontos.

    Lamento por apenas os 20 oprimeiros de rádio terem as provas de texto corrigidas…

    Abraços e sorte a todos!

  14. Eu fiz a prova de mídias digitais e realmente a parte de conhecimentos específicos era bem tranquila, principalmente para quem já tem experiência no mercado. Fiquei revoltado ao ver o gabarito agora e consegui errar CINCO questões! #chatiado

    Inglês era um texto duro para quem não conhece a língua. Perdi a do uso do “though” de bobeira porque é uma palavra comum, já “brinkmanship” foi a primeira vez que li na vida, sorte que o contexto ajudava a responder essa. 🙂

    Parte de direito, constituição, etc #tamojunto Carlos, também não sou concurseiro e fiquei perdidão. Deve fazer a diferença no final.

    Alguém sabe como calcula a nota da prova? Essa parte me deixou confuso, como vou saber isso? “A média de acertos do grupo na
    prova ()”

    1. Multiplica por 2 (dois) os acertos em conhecimentos específicos e soma a quantidade de acertos nas questões de conhecimentos gerais.

    2. Bruno, quantas questões de conhecimentos básicos você acertou? Fiz para Mídias Digitais também e somei 115 pontos, vamos tentar fazer um ranking! Abs.

      1. Gente, também fiz pra mídias digitais. Não em lembro se pediram um número específico de linhas para a pauta/matéria. Fiz em torno de 40 ou 45 linhas. Vocês lembram se tinha esse detalhe?

      2. Não tinha, Fábio. Por isso aproveitei e usei o máximo de espaço que deu. 🙂

        Fiz as contas aqui e também fiz 106 pontos em mídias digitais. Ou seja, tô fora da jogada. 😛

      3. Fabrizio, estou aguardando receber apenas mais uma prova e disponibilizarei todas aqui no blog!

  15. Eu fiz TV. 66 pontos de CE + 37 de CG = 103 pontos. Espero que os demais colegas postem suas pontuações para termos uma noção, embora superficial, do ranking.

  16. Não fiz essa prova nem a da Fiocruz. Consegui ver a tempo que tinham mudado a data e como já tinha pago o pro CAU optei por ele. Tô nessa praia de concursos já faz um tempo. Já levei bombas em muitos, passei e não fiquei no número de vagas, passei e não fui chamada. Deu uma pausa pra ter meu filho, retomei aos poucos e retomei de novo a pouco tempo. Sabe, tenho andado desanimada. Não desisti até porque hoje não vejo outra opção. Mas tem horas que me sinto me esforçando e morrendo na praia. Provas cada vez mais complexas e concorridas. Outras que parecem cartas marcadas ou só uma forma de ganhar dinheiro. Mas de tudo o q me deixa pior é sair arrasada de uma prova. Bom ver que tem outras pessoas na mesma situação, você mesma se dedica tanto e faz comentários como esses de hoje dessa prova. Não me sinto tão só! Me dá forças pra prosseguir. Obrigada! Foi só um desabafo!

    1. Não dá pra perder as esperanças, Jane! Não deixa esse desânimo tomar conta de você, continua na luta e acreditando no seu potencial!

    1. Tem esse ponto de corte não, Edu! No edital diz que “Para todos os Cargos de Analista Legislativo, as Provas Objetivas de Conhecimentos Gerais e de Conhecimentos Específicos terão caráter classificatório e eliminatório, considerando-se habilitado o candidato que obtiver total de pontos igual ou superior a 150 (cento e cinquenta).” Esse total é feito a partir da soma das Notas Padronizadas (fórmula no edital) de cada uma das provas.

  17. Pessoal, fiz para rádio. Obtive um total de 111 pontos. Gostei da prova específica, mas detestei a de português (muito longa) e a de Direito Financeiro. Na discursiva não citei o caso do menino do Flamengo. Preferi seguir outro caminho. Talvez por isso não tenha conseguido terminar a segunda prova. Afinal, fazer um roteiro (que não estava no edital – era pauta/matéria) para um debate eleitoral de 1 hora de duração, com vinhetas, quatro debatedores, etc. não rola em tão pouco tempo. Fiz dois blocos e indiquei como seriam os outros. Também deixei claro para o examinador as regras do debate. Afinal, um debate eleitoral tem que ter regras, senão vira bagunça, não é? O tempo foi curto demais. Revendo a prova pude constatar que faria uns 123 pontos se tivesse lido as questões de RL e outras específicas com mais calma. Mas concurso é assim mesmo: fazer até passar e ser nomeado (Já bati muito na trave ou seja, passei e não fui nomeado em uma dezena!)

    Abraço!

  18. Olá,
    eu fiz para Mídia Impressa. No geral, eu gostei mais do que desgostei da prova. Alguém vai fazer recurso? Há algum lugar com ranking pra Mídia Impressa ?
    Eu não entendi como calcular a pontuação. Alguém pode me explicar como fazer isso?
    Onde eu encontro a média de acertos do grupo para poder calcular?
    Realmente, eu não sei fazer isso.

    1. Olá, Dulcinea!

      O cálculo da pontuação é a seguinte: para cada questão da parte de conhecimentos gerais que você acertou, você conta 1 ponto; para cada questão da parte de conhecimentos específicos que você acertou, você conta 2 pontos. Daí é só somar seus pontos. E aí, quantos pontos você fez?

      Há rankings em dois fóruns do Facebook.

      Este: https://www.facebook.com/groups/623527674381235/

      E este: https://www.facebook.com/groups/601745469902897/

      Espero ter ajudado.

  19. Olá Dulce, nossa pontuação vai depender da pontuação de nossos concorrentes. Quer dizer que nossa nota vai depender da pontuação média de nossos colegas num cálculo estatístico chamado “desvio padrão”. Dá pra chutar um valor, mas é bem difícil. Você pode usar a calculadora desse site http://pt.numberempire.com/statisticscalculator.php para fazer umas experiências com as notas postadas em algum ranking da internet. Boa sorte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s