Concurso da Alepe: vagas para jornalistas em quatro áreas

Desculpem, não deu para colocar o post ontem, mas aí vai! A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) finalmente lançou o edital do concurso que está enchendo os olhinhos dos jornalistas desde que foi anunciado. Também, 20 vagas para jornalistas e com salário de mais de R$ 11 mil? #jornalistaspira

Bom, vou fazer uma rápida análise, antes de divulgar as informações.

1) Eu já imaginava que as vagas seriam divididas em várias áreas, até esperava que aparecem outras. Isso vai dar uma distribuída melhor na concorrência, o que dá uma sensação de maior “alívio” (só a sensação mesmo, porque número de inscritos não quer dizer nada).

2)  Também achei bom que o conteúdo de cada área ficou mais ou menos específico em cada uma, aí você consegue focar melhor seus estudos, inclusive escolher a área de acordo com os assuntos que você mais domina e se identifica. Eu ainda estou bem em dúvida entre Rádio e Impresso. Queria fazer Mídias Digitais, que é uma área que gosto muito, mas pelo conteúdo, acabei desistindo. Para quem busca concorrência menor, acredito que essa será a área menos concorrida!

3) Por falar nisso, sugiro que não “pirem” tanto com qual vaga vai dar mais ou menos inscritos. Tente escolher de acordo com o conteúdo a se estudar e pensando no seu trabalho. Eu gosto de trabalhar com TV? Então vou escolher essa área. Alepe é concurso pra fazer e ficar o resto da vida, pense com o que você quer trabalhar nos próximos anos então!

4) Muita gente assustou com os conteúdos básicos. “Meodeus, quanto direito!”, “An, vai cair inglês?”, “Direito Financeiro? Sabia nem que isso existia!”. Ontem precisei acalmar alguns coraçoeszinhos desesperados com o edital. Mas gente, vamos pensar com calma. Vocês acham que um concurso com um salário de 11 mil reais e esse tantão de vagas ia cair só Português e Específicas? Não, né! Esse é um concurso difícil e será muito concorrido, então encarem como um desafio, ele vai exigir um empenho bem maior de quem quiser ser aprovado!

5) Ainda sobre as matérias de Conhecimentos Gerais, lembrem que serão 50 questões divididas em 7 matérias! Pensando que Português terá de 10 a 15, tem matéria aí que vai cair 3, 5 questões… E não há ponto de corte por matéria, então não há motivo para desespero. De toda forma, sugiro que não vão fazer prova sem ao menos ter um conhecimento mínimo desses assuntos. Para isso, sugiro as aulas online (ou presenciais, para quem puder) de matérias isoladas. O Espaço Jurídico terá isoladas de todas as matérias, inclusive com desconto para os leitores do blog (darei informações mais detalhadas em outro post).

Bom, passado o desespero inicial, vamos olhar com calma as informações do concurso? Seguem abaixo:

CARGO: Especialidade Comunicação Social – Área Mídia Impressa
VAGAS: 7 (1 para candidatos com deficiência)
ESCOLARIDADE: Curso Superior de Graduação com formação em Comunicação Social na área de Jornalismo

CARGO: Especialidade Comunicação Social – Área Rádio
VAGAS: 4
ESCOLARIDADE: Curso Superior de Graduação com formação em Comunicação Social na área de Jornalismo

CARGO: Especialidade Comunicação Social – Área Mídias Digitais
VAGAS: 3
ESCOLARIDADE: Curso Superior de Graduação com formação em Comunicação Social na área de Jornalismo

CARGO: Especialidade Comunicação Social – Área TV
VAGAS: 6 (1 para candidatos com deficiência)
ESCOLARIDADE: Curso Superior de Graduação com formação em Comunicação Social na área de Jornalismo

INSCRIÇÕES: entre 03 e 24 de fevereiro, no site da Fundação Carlos Chagas

VALOR: R$ 123,80

PROVAS: objetivas (de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos) e discursiva (01 Pauta ou Matéria + Redação). As provas serão realizadas dia 06 de abril de 2014, sendo as objetivas pela parte da manhã e a discursiva/redação no período da tarde.

O QUE ESTUDAR
CONHECIMENTOS GERAIS (50 questões, peso 1)
1) LÍNGUA PORTUGUESA
Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Pronomes: emprego, colocação e formas de tratamento. Emprego de tempos e modos verbais. Vozes do verbo. Emprego do sinal indicativo de crase. Pontuação. Sintaxe da oração e do período. Redação. Compreensão e interpretação de textos.

2) LÍNGUA INGLESA
Compreensão de textos escritos em Língua Inglesa. Itens gramaticais relevantes para a compreensão dos conteúdos semânticos.

3) REGIMENTO INTERNO
Da Assembleia Legislativa, do mandato parlamentar e da posse, das bancadas, blocos parlamentares e lideranças, da Mesa Diretora, das Comissões Parlamentares, do Plenário, das proposições e da tramitação, dos debates e deliberações, das tramitações especiais; das matérias especiais; das disposições finais e transitórias.

4) DIREITO CONSTITUCIONAL
Teoria geral da Constituição: conceito, origens, conteúdo, estrutura e classificação. Supremacia da Constituição. Tipos de Constituição. Poder constituinte. Princípios constitucionais. Interpretação da Constituição e Controle de Constitucionalidade. Normas constitucionais e inconstitucionais. Emenda, reforma e revisão constitucional. Princípios fundamentais da Constituição da República Federativa do Brasil. Direitos e garantias fundamentais. Direitos e deveres individuais e coletivos. Direitos Sociais. Direito de Nacionalidade. Direitos políticos. Organização político-administrativa do Estado. Administração Pública. Organização dos Poderes. O Poder Legislativo. A fiscalização contábil, financeira e orçamentária. O Controle Externo e os Sistemas de Controle Interno. O Poder Executivo e o Poder Judiciário. O Ministério Público. Processo Legislativo. A defesa do Estado e das instituições democráticas. Da tributação e do orçamento. Sistema Tributário Nacional. Das finanças públicas. Do orçamento. Da ordem econômica e financeira. Da ordem social. Das disposições gerais e das disposições constitucionais transitórias. Constituição do Estado de Pernambuco: princípios fundamentais; organização do Estado e seus Poderes; da competência do Estado; do Poder Legislativo; do Poder Executivo; do Poder Judiciário; das funções essenciais à justiça; organização municipal e regional; administração pública; tributação e do orçamento; da ordem econômica, da ordem social; das disposições constitucionais finais.

5) DIREITO ADMINISTRATIVO
Administração pública: princípios básicos. Poderes administrativos: poder hierárquico; poder disciplinar; poder regulamentar; poder de polícia. Serviços Públicos: conceito e princípios. Ato administrativo: conceito, requisitos e atributos; anulação, revogação e convalidação; discricionariedade e vinculação. Licitações e Contratos administrativos (Leis nº 8.666/93 e nº 10.520/2002): Conceito, finalidade, princípios, objeto, obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade e vedações, modalidades, procedimentos, anulação e revogação, sanções, pregão presencial e eletrônico, sistema de registro de preços. Características do contrato administrativo. Formalização e fiscalização do contrato. Aspectos orçamentários e financeiros da execução do contrato. Sanção administrativa. Equilíbrio econômico-financeiro. Garantia contratual. Alteração do objeto. Prorrogação do prazo de vigência e de execução. Servidores públicos: cargo, emprego e função públicos. Lei n.º 8.429/92: das disposições gerais; dos atos e improbidade administrativa. Lei Estadual n° 6.123/68 (Regime jurídico dos funcionários públicos civis do Estado). Lei Complementar Estadual 257/2013 (Institui o regime de previdência complementar no âmbito do Estado de Pernambuco). Lei 15224/2013 (Regula o acesso a informações no âmbito da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco).

6) DIREITO FINANCEIRO
Direito Financeiro: conceito e objeto. Competência legislativa: normas gerais e específicas. Lei nº 4.320/64. Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101/00) Orçamento Público: natureza jurídica; princípios; vedações. Leis Orçamentárias: Lei Orçamentária Anual; Lei de Diretrizes Orçamentárias e Plano Plurianual. Créditos Adicionais. Processo Legislativo. Receita Pública: Classificações. Receitas originárias e derivadas; estágios; dívida ativa. Despesa Pública: classificação; estágios da despesa. Programação financeira. Regime contábil da despesa. Restos a pagar e despesas de exercícios anteriores.

7) RACIOCÍNIO LÓGICO
Compreensão de estruturas lógicas de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; deduzindo novas informações das relações fornecidas e avaliando as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas. Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. Diagramas lógicos. Princípios de contagem e probabilidade.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS (50 questões, peso 2)
ÁREA: MÍDIA IMPRESSA
Teorias da Comunicação; Teorias do Jornalismo; Ética dos Meios de Comunicação; Ética e Deontologia no Jornalismo; Direito à Informação – legislação; Constituição de 1988 e Comunicação; Crimes contra a honra no Jornalismo; Aspectos profissionais do jornalismo; Direito de imagem no jornalismo; Jornalismo e responsabilidade social; Jornalismo e interesse público; Jornalismo e direitos fundamentais; Jornalismo e Direito autoral; Formas de interação no jornalismo impresso: ombudsman; Gêneros jornalísticos; Técnicas de redação jornalística; Jornalismo opinativo; Jornalismo informativo; Teoria do fato jornalístico; Comunicação Pública; Jornalismo Público; Ilustrações jornalísticas; Infografia; Jornalismo investigativo; Fontes do jornalismo; Jornalismo corporativo; Jornalismo colaborativo: Comunicação organizacional; Público, massa e audiência no jornalismo impresso; Medidas gráficas; Notícia: subjetividade e objetividade da informação; Princípio da impessoalidade na informação pública; Assessoria de imprensa; Assessoria de comunicação; História do Jornalismo no Brasil; História do Jornalismo em Pernambuco; Circulação do produto jornalístico; Jornalismo impresso e Publicidade; Aspectos jurídicos da administração e propriedade da empresa jornalística; Propriedade cruzada dos meios; Regulação da imprensa no Brasil; Regulamentação da atividade profissional do jornalista; Agências de notícias jornalísticas: prática e influência na pauta jornalística; Tendências do jornalismo regional; Mercado midiático: tipos de jornais por periodicidade, difusão, especialização.

ÁREA: RÁDIO
História do rádio no Brasil. Características do meio radiofônico. O rádio na era digital e na web. A convergência de mídias. Formas e possibilidades expressivas da linguagem radiofônica. Os gêneros radiofônicos. Programação e segmentação no rádio. Características e funcionamento de emissoras públicas e legislativas. Produção em rádio: equipamentos e sistemas de gravação e pós-produção. Estrutura e funcionamento de uma emissora de rádio. O estúdio de rádio: estrutura física, pessoal e equipamentos. Normas técnicas de gravação e transmissão de programas de rádio. Áudio analógico e áudio digital. Gravação e multiplicação de produções sonoras. Técnicas de realização de programas de rádio. Desenvolvimento, gravação e apresentação de programas. O jornalismo no rádio. Editorias, pautas, apuração, espelho, e processo de produção de programas jornalísticos ao vivo e gravados. Estrutura do texto radiofônico. Redação, produção e edição de radiojornais. O script de programas radiofônicos. Entrevistas radiofônicas. Reportagem externa gravada e ao vivo. Estilos de noticiário radiofônico. Emissoras de rádio “All News”. Ética e legislação no jornalismo e Lei de acesso à informação. Teoria da comunicação e do jornalismo. Manual da EBC sobre Jornalismo Público.

ÁREA: MÍDIAS DIGITAIS
Teorias da Comunicação Digital. Teorias do Jornalismo Digital. Teorias do ciberespaço. Ética nas mídias digitais. Inclusão digital. Cultura Digital. Jornalismo e colaboração. O sistema wiki de colaboração de conteúdo. Conteúdo gerado pelo usuário. Linguagens e formatos no jornalismo em meios digitais: webdocumentário, reportagem multimídia, áudioslideshow. Interface e Design Digital. Narrativas do jornalismo digital. Interatividade. Jornalismo e conteúdo convergente. Convergência de conteúdos. Rotinas produtivas no jornalismo em meios digitais. Especialização de funções no jornalismo digital versus o jornalista convergente. Edição jornalística em mídias digitais. Fotografia em meios digitais. Radiojornalismo em meios digitais (podcast, streaming e outros formatos). Telejornalismo e meios digitais (transmídia, streaming, IPTV, Segunda tela). Conteúdos jornalísticos hipermídia e multimídia. Aplicativos (apps) e jornalismo. Newsgames . RSS (agregadores) e jornalismo. Realidade aumentada. Redes sociais, mídias sociais e jornalismo. Capital social e mídias sociais. Métricas e medição de audiência nas mídias digitais. Blogs e microblogs. Texto jornalístico digital. SEO (Search engine optimization) e sistemas de busca. Geolocalização e conteúdo informativo. Visualização de bases de dados. Visualização de conteúdo informativo. Infográficos digitais e jornalismo. Arquitetura da informação. Usabilidade e navegação. Websemântica. Fundamentos de HTML. Dados abertos e dados fechados. Software livre e software proprietário. Privacidade de informação nos meios digitais. Jornalismo e portais de informação. Mobilidade e jornalismo. Jornalismo e conteúdo no celular. Novos dispositivos digitais para veiculação de conteúdos digitais. Os diversos CMS (Content Management System ou Sistema de Gerenciamento de Conteúdo). A prática do jornalismo digital em Pernambuco. Curadoria de conteúdo e informação e jornalismo. Esfera pública interconectada.

ÁREA: TV
História e evolução do telejornalismo brasileiro. Telejornalismo local e telejornalismo em rede nacional. Características e funcionamento das TVs públicas e legislativas. A comunicação institucional na televisão. A segmentação da audiência: o jornalismo nas emissoras abertas, por assinatura e na web. Implantação e perspectivas da televisão digital no Brasil. As características do texto jornalístico para televisão: redação e termos técnicos. Gêneros de programas para TV: debate, entrevista, telejornal, documentário, educativo, serviços, especial e político. A entrevista na TV: pauta, edição e roteiro de sonoras, coletivas, exclusivas e em estúdio. Estrutura e formatos de telejornais e de matérias jornalísticas: reportagem, nota coberta, nota pelada, nota pé, stand up, flash, link ao vivo. A linguagem audiovisual: narrativa e estética; os elementos básicos da informação noticiosa na TV (cabeça, off, passagem, sonora e suas relações estruturais); edição de texto e de imagens: peculiaridades e complementaridades. Editorias, pautas, apuração, espelho, logística e processo de produção de programas jornalísticos ao vivo e gravados. Pós-produção e difusão em TV: avaliação do material captado, decupagem, roteirização, edição, sonorização, artes, lettering, finalização, programação e veiculação. Arquivamento e pesquisa de sons e imagens em sistemas e formatos digitais. O script de televisão: formato, redação, nomenclaturas e indicações técnicas. O estúdio de televisão, pessoal técnico e suas funções. Video para internet e meios digitais: redação, formatação e características técnicas. A tecnologia e suas implicações na produção de informação jornalística para televisão. Características básicas e usos de equipamentos de gravação, edição e transmissão de televisão: câmera, microfones, kit de iluminação, ilha de edição, suportes e mídias para gravação, armazenamento e multiplicação. Ética e legislação no jornalismo e Lei de acesso à informação. Teoria da comunicação e do jornalismo. Manual da EBC sobre Jornalismo Público

LEIA O EDITAL COMPLETO

49 opiniões sobre “Concurso da Alepe: vagas para jornalistas em quatro áreas”

  1. Cuidado !!! Todo mundo quer correr para a área de Rádio achando que vai ser menos concorrido, mas no final será, com certeza, a MAIS CONCORRIDA.

      1. É o meu palpite, mas acho válido fazer para a área que mais se identifica e não pensar só na concorrência!

      2. Acompanha o blog no Facebook e no Twitter que sempre estamos divulgando as vagas para Comunicação…

  2. Oi Mariana!

    Você sabe como poderemos conseguir material da história do jornalismo em Pernambuco? Será que algum cursinho vai realizar aulas especificas para cada cargo?

    Obrigada pelas dicas!

    Abraços

    1. O Curso Radix terá aulas online, com certeza! Mas estamos articulando para ver se conseguimos mais. Avisarei aqui no blog

  3. Ótimo post, Mariana. Sou repórter de TV e professora em Goiânia e fiquei muito feliz com a especificação das funções. Como você bem lembrou, apesar do ótimo salário, é importante escolher com base nas aptidões e em quão feliz você será ao desempenhar aquele trabalho.
    Pra quem já atua em alguma área, sugiro que faça a escolha a partir disso e não em função do número de vagas. Na expectativa de que os aprovados já sejam experientes na função, muitas provas são cheias de detalhes do cotidiano da profissão.
    Para quem ainda não atua, sugiro que, além das teorias, procure se aproximar dos relatos sobre a prática, jargões, tendências, etc.
    E bons estudos pra todos nós!

  4. Adorei o edital!A previsão dos cursinhos passou foi longe!Acho que inglês vai pegar um monte de gente!Direito financeiro então…Vamos lá!Já estou estudando há quase 2 meses…então é só revisar os assuntos de direito principalmente.Só me restou uma dúvida:Teremos pauta ou matéria e mais redação?

  5. Oi, Mariana, que bom que gostou do edital. Achei altamente decepcionante, pois pensei que haveria o diferencial de podermos concorrer às vinte vagas (como deram a entender antes) e não a apenas seis, no máximo. Hoje em dia se fala tanto em convergência, em profissionais multimídia que tb não entendi a separação das áreas. Até porque as atribuições do cargo em qualquer área são as mesmas, incluindo atividades relacionadas a todas as outras áreas que o candidato não escolheu. Sem sentido! O que vamos ver acontecer é uma pessoa passar com nota menor que outra porque deu a ‘sorte’ de escolher uma área menos concorrida que outra, mas no final vai exercer o mesmo cargo. Esse tipo de seleção não agrega qualquer valor ao funcionalismo público.

    1. Oi, Hardy! Na verdade eu já esperava que o edital viesse dividido em cargos, até porque na Alepe há a TV Alepe, a Rádio, o site… E os profissionais se dividem nessas áreas, não é todo mundo faz tudo! Agora todos os cargos serão bem concorridos e acho difícil que alguém que passe num cargo, mesmo que menos concorrido, que seja por sorte! Quem estiver nos cabeças é porque terá estudado (e muito). Relaxa o coração e vamos aos estudos!

      O fato dos assuntos serem mais focados em cada área acho que ajuda muito!

      1. Pois é, Mariana, sei que a Alepe tem rádio, TV, mas na descrição das atribuições do cargo no edital, eles colocam tudo, como se fosse para um profissional multimídia mesmo. Por isso, acho que não tinha muita lógica dividir as vagas do modo como foi feito. Além do quê, a própria formação do jornalista não é dividida assim. Todo mundo vê conteúdo de todas as áreas. Abraço!

      2. Sim, acho apenas que facilitará na hora de alocar o profissional dentro da Alepe. Pra mim, mesmo com menos vagas, fica mais fácil de estudar assim com o conteúdo mais focado!

  6. O Edital finalmente saiu e já cheio de surpresas! Primeiro achavamos que cairia Historia de Pernambuco, Direito e Processo Civil… Daí vieram, no lugar, Inglês e AFO. Sinceramente, achei melhor, beeeem melhor! Ingles não será dificil, pois normalmente é interpretação e se estudarmos pegando provas e lendo os textos com um dicionário do lado, rapidamente conseguimos aprender um pouco de vocabulário desse idioma. Já AFO vai exigir um pouco mais de cuidado, mas não por ser uma materia dificil como muitos pregam, mas por possuir detalhes e nos obrigar a decorar algumas coisas super chatinhas… =/
    Venho fazendo cursinhos há algum tempo e gostaria de dar algumas sugestoes de professores, mas com a ressalva que serão baseadas na minha experiencia e, que podem, claro, não agradar a outras pessoas! =)

    Constitucional: tive a oportunidade de aprender com o Alexandre Araujo. Um carioca que sabe muito e que consegue transmitir o conteudo com muita didatica. Sem contar que sempre é atencioso com as duvidas dos alunos. O melhor professor que já tive da área.

    Direito Adm: gosto muito de 2: Oscar Vilaça e Luiz Gustavo. Oscar é pernambucano, Gustavo, carioca. Fui aluna dos dois e o material de um acaba complementando o do outro. Outra sugestão é a professora Lidiane Coutinho, cearense. Ela aprofunda bem os assuntos e transmite o conteúdo de forma leve, cheia de exemplos praticos que ajudam, e muito, na memorização.

    AFO: só conheço o Wilson. Gostei muito das aulas dele, pois com bastante tranquilidade e simplicidade (ele explica com uma linguagem bastante acessivel) o conteudo é dado.

    Regimento Interno: tive uma boa surpresa com a Mercia Barbosa. Seria uma boa opção.

    Essas são as dicas que gostaria de dividir com vcs. Espero que ajude na hora de escolher um curso! Ah, e não deixem de olhar os sites do Ponto dos Concursos e Estratégia, eles trabalham com aulas em pdf e, para muitos, é uma super ferramenta de aprendizado e memorização!
    No mais, desejo a todos bons momentos de estudo e que nunca falte fé em nós mesmos! Força, pessoal!!!

    1. Mônica, querida, obrigada pelas dicas de estudos! Estou correndo atrás dos cursos para que lancem mais materiais de comunicação, o que tiver de novidade, divulgarei por aqui!

      Dos assuntos de Conhecimentos Gerais, indico o cursos do Espaço Jurídico que são realmente muito bons! Alexandre Araújo é um fofo (tudo vai dar certo!) e adorei também as aulas da Mércia!

      1. Ai, menina… tomara que esses cursos, principalmente os do Nordeste, comecem a lançar preparatórios pra nossa área. Em Brasília, Rio… são cheio de cursinhos… Por que não temos por aqui tb? =( Temos excelentes mestres que lecionam pelo Nordeste, ja pensou se um curso desses contrata alguns e estes passam a ministrar aulas voltadas pra concurso?! Seria uma ideia pioneiramente interessante e lucrativa. Ai eu com dinheiro pra montar um negocio desse…!!
        Estou muito preocupada com as subjetivas. Nao tenho ideia de como me preparar pra elas.

      2. Na verdade no Brasil só existe um único curso de específicas que é o Radix! Parece que em Brasília, quando há concursos como o Senado ou Câmera, um curso lá abre umas turmas. Mas só!

        Sobre as subjetivas, eles devem dar um tema e pedir para a pessoa montar uma pauta (acho que em Rádio e TV será assim) ou uma matéria (Impresso ou Mídia). Mas é só um palpite!

  7. Galera, aproveitando eu tenho no Espaço Jurídico de Constitucional com Cristiano Lopes, amo de paixão, particularmente prefiro, ele dança com as leis, adoro!! Uma dúvida pra quem vai fazer TV, quais os materiais que vocês estão estudando. Se puderem compartilhar eu agradeço!
    Beijão

  8. Olá!

    Não acreditei quando vi esse edital, em função do número de vagas e do salário! Sou do Rio (aluna do Radix!) e ainda não decidi se faço ou não a prova, porque só de inscrição e passagens devo gastar mais de mil reais… fora que, se passar, é uma mudança e tanto, né? Enfim, vou ver se tomo uma decisão até amanhã, mas agradeço ao blog pelas preciosas informações!
    beijos

    1. Oi Patrícia! Você precisa saber se será um gastou ou um investimento. O salário é muito bom e plano de carreira também e Recife é uma cidade maravilhosa (sou de lá tenho que puxar a sardinha). Pensa com carinho se vale a pena ou não e boa sorte!

  9. Também estou com essa mesma dúvida Patrícia, mas o meu problema é só o dinheiro porque com esse salário eu mudaria tranquilamente…
    Já sou concursada, mas depois que fui aprovada em 2011 me acomodei. Depois fiz alguns concursos e não fui aprovada. O último que fiz (MPU para Alagoas), fiquei em 10° lugar e era 1 vaga 😦

    Esse concurso da ALEPE é bacana porque tem muitas vagas. Agora é difícil escolher a área viu! Mídia impressa tem os conteúdos que eu mais me identifico, mas creio que os candidatos com um nível mais alto (verdadeiros concurseiros) irão para essa área.

  10. A prova é nacional ou será realizada apenas em Recife? Sou de Curitiba e tenho interesse em fazer, por isso quero saber para já ir providenciando hotel e passagem. Obrigado!

  11. Bom dia!!!!!!!!!!!!!
    Tomara que o Ponto dos Concursos, Estratégia e Radix abram cursos específicos para cada cargo!
    Procurei provas da FCC para ter uma ideia das questões relacionadas ao cargo de mídias digitais, mas não encontrei muita coisa!
    Abração!!!

  12. Mariana,

    Inicialmente, parabéns pelo post… ficou redodinho e abrangeu todo o edital de forma bem sintética.

    Atuo em assessoria de um órgão público em Salvado-BA e fiquei tentado, incicialmente, pelo salário, mas imagino que a concorrência será igualmente proporcional.

    Você tem informações sobre o histório de convocações na Alepe? Como costuma ser o perfil de prova da FCC em concurso dessa natureza? Como deverá ser a cobrança do inglês?

    Abraços!

    Lázaro Britto

    1. Oi, Lázaro! Na verdade o único concurso que a Alepe fez foi em 2008 e não teve vagas para comunicação. Não tem nem como comparar… Mas as 20 vagas oferecidas serão chamadas, isso é certo. Podem até chamar mais, quem sabe?

      Sobre a prova da FCC, se você procurar no PCI Concursos, tem muitas provas da nossa ária. Baixa algumas para ter ideia. Tem umas que tem até inglês.

  13. Mari, se souber de algum curso para a área de TV avisa pra gente, por favor! Vou nessa área pela experiência mesmo! Outra coisa, sobre o edital tá pedindo “Ética e Legislação no Jornalismo” o material de ética eu já tenho, mas qual é essa lei de “Legislação no Jornalismo”, não lembro mais ;/.

    Beijão

  14. Mari, cê lembra qual o número da lei que fala da “Legislação do jornalismo”? Tem no edital junto de ética. Se souber cola pra gente por favor. Obrigada e beijão

  15. Esse eu tenho. Olha no final do edital da área de TV, eles colocaram “Ética e legislação no jornalismo”. É pra estudar só o código de ética ou tem mais alguma coisa? Tô com medo de deixar passar uma coisinha.

    1. Tem o decreto que regulamenta a profissão do jornalista (Decreto 83.284-79), a Lei de Imprensa (que foi extinta, mas podem perguntar algo sobre isso), tem os artigos da Constituição Federal que tratam de sigilo da fonte, anonimato, comunicação social…

  16. Boa noite!!!!!
    Mariana, vc soube que o Ponto dos concursos não lançará mais o específico para mídia impressa? O Radix já lançou o módulo de impresso e um “mini módulo compacto” de TV!!rsrs Não entendi porque no curso de mídia impressa eles não incluíram Teorias da Comunicação e Comunicação Organizacional,já que constam do edital! Tô seriamente em dúvida se vale o investimento! Por outro lado o índice de aprovação deles é lindo, só não sei se a eficiência vale tanto para o presencial quanto para os cursos à distância. Vc já fez ou conhece quem já fez curso lá, principalmente à distância?
    Abração!!!!

    1. Eu já fiz o curso à distância, mas aviso que não é videoaula e sim uma apresentação em flash. Acho que o material aprofunda bem o conteúdo, mas tem gente que não gosta desse estilo de aula, acha que cansa.. Vai de cada um! Também há uma possibilidade muito grande do Espaço Jurídico lançar um curso preparatório, deve ter aulas presenciais e online.

  17. Oi Mariana!
    Acho que esse edital será questionado!Não deveria ter uma bibliografia de acordo com o assunto cobrado?Muito esquisito…

  18. Mariana, eu tenho muita dúvida se devo ou não fazer esse concurso. Decidi este ano ter um estudo mais sistemático, começando com as matérias básicas. O salário da Alepe é tentador, mas estamos a pouco mais de um mês da prova e são muitas matérias. Será que vale a pena entrar de cabeça no concurso da Alepe ou começar a estudar do zero, aos poucos (mas todo dia e de forma disciplinada)para me preparar para uma oportunidade futura? Parabéns pela iniciativa do blog!

    1. Olha, alguma hora você tem que começar… Pode ser difícil passar num concurso de primeira, mas não é impossível! Avalie melhor se não vale a penas ao menos tentar, mesmo que você não passe, mas pelo menos já vai ter dado o passo inicial para entrar de cabeça no mundo dos concursos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s