Concurso pra Jundiaí-SP

A Câmara Municipal de Jundiaí, em São Paulo, abriu um concurso que oferece uma vaga para as áreas de Comunicação Social. Embora a definição do cargo seja mais voltada ao jornalismo, o edital deixa bem claro que a formação é em Comunicação Social, então todas as áreas podem concorrer. O salário? Mais de R$ 7 mil reais. Interessou? Então confere os detalhes:

 

CARGO: Assessor de Serviços Técnicos (Comunicação Social)

VAGAS: uma

SALÁRIO: R$ 7.009,12

CARGA HORÁRIA: 40 horas semanais

INSCRIÇÕES: até o dia 13 de novembro, no site da Makiyama

VALOR: R$ 60,00

PROVAS: objetivas de Conhecimentos Gerais (30 questões, cada uma valendo 1,0) e de Conhecimentos Específicos (50 questões, cada uma valendo 1,40) + prova dissertativa/discursiva + prova de títulos.

A prova dissertativa/discursiva será composta de uma redação técnica (voltada para a área de jornalismo) e três questões que versarão sobre o conteúdo programático.

As provas objetiva e dissertativa/discursiva serão realizadas na data provável de 05 de janeiro de 2014.

O QUE ESTUDAR
1) Português
Conhecimento gramatical de acordo com o padrão culto da língua. Estrutura fonética: letra, fonema, encontros vocálicos e consonantais, dígrafo, divisão silábica, ortografia, ortoépia, acentuação tônica e gráfica. Classes de palavras: classificação, flexões nominais e verbais, emprego. Teoria geral da frase e sua análise: orações, períodos e funções sintáticas. Sintaxe de concordância: concordância nominal e verbal (casos gerais e particulares). Sintaxe de regência: verbos quanto à predicação, regência nominal e verbal. Crase. Colocação de pronomes: próclise, mesóclise e ênclise. Pontuação: emprego dos sinais de pontuação. O sistema ortográfico vigente. Redação Oficial.

Bibliografia sugerida:
CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. São Paulo: Ed. Nacional, 2008.
CUNHA, Celso & CINTRA, L. F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,2013.
MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPUBLICA – http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/ManualRedPR2aEd.PDF
MEDEIROS, João Bosco. Correspondência – técnicas de comunicação criativa. São Paulo: Atlas, 2010

2) Atualidades
ATUALIDADES: Conhecimentos marcantes do cenário cultural, político, científico, econômico e social no Brasil e no mundo. Princípios de organização social, cultural, saúde, meio ambiente, política e econômica brasileira. Análise dos principais conflitos nacionais e mundiais. Assuntos de interesse geral – nacional ou internacional – amplamente veiculados, nos últimos dois anos, pela imprensa falada ou escrita de circulação nacional ou local – rádio, televisão, jornais, revistas e/ou internet.

3) Informática
As especificidades das técnicas de apuração utilizadas na produção de redes digitais. Tecnologia, redes e Internet. O real e o virtual. Noções de webdesign. Conceito de portal. Hipertexto e multimídia. Redação e design para web. O texto impresso e o texto eletrônico. Jornalismo tradicional e jornalismo digital. Gestão da informação em meio eletrônico de divulgação (Internet). Conceitos básicos, discussão e reflexão sobre jornalismo on-line no Brasil e no mundo. Criação e edição de documentos digitais.

Bibliografia:
PINHO, J.B. Jornalismo na internet: Planejamento e produção da informação. São Paulo, Summus, 2003.
LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999
MOHERDAUI, Luciana. Guia de Estilo na Web: produção e edição de notícias on-line. São Paulo: Ed. SENAC, 2000.
LAUFER, Roger; DOMENICO, Seavetta. Texto Hipertexto Hipermídia. Porto: Rés. Editora, [s.d.].
MANNARINO, Marcus V. R. O papel do Web Jornal: veículo de comunicação e sistema de informação. Porto Alegre: Edipucrs, 2000.
PEREIRA, Luciano I.; MARANGONI, Reinaldo; SILVA, Rafael R. Webjornalismo. São Paulo: Webjornalismo, 2002.

4) Conhecimentos Específicos (40 questões, peso 2)
Importância e características da especialização em jornalismo. Concepção da mídia impressa. As editorias do jornal impresso. Teoria e prática dos jornalismos científico, econômico, esportivo, político, rural e sindical. Diagnósticos de problemas de comunicação em empresas privadas e instituições públicas. Técnicas de comunicação dirigida em mídia impressa, eletrônica e digital. Planejamento e execução de projetos de comunicação em instituições e movimentos. Aspectos técnicos e políticos da comunicação institucional. Assessoria de imprensa: a dimensão histórica. Assessoria de imprensa e políticas de comunicação. Modalidades de assessoria de imprensa. A organização de um plano de assessoria de comunicação. A especialização e a segmentação dos serviços de comunicação. Composição visual, fotografia e iluminação. O uso jornalístico da imagem: a fotografia jornalística. Linguagem visual: sintaxe e semântica visual. Teoria da percepção visual. Leis da composição visual. Fotografia no processo de reportagem. Foto e notícia. Iluminação natural, flash e luz artificial no fotojornalismo. Lentes e filmes. Fotografia analógica e digital. Estilo do design. O conhecimento dos elementos de design: texto e imagem, usos da fotografia, tipografia, uso de cores. Os programas gráficos e os processos de produção da infografia e da videografia. A reportagem info e videografada. A linguagem videográfica na Internet e na TV.

Sugestões Bibliográficas
BUSSELE, Michael. Tudo sobre fotografia. São Paulo: Pioneira, 1979.
CALDAS, Suely. Jornalismo Econômico. São Paulo: Contexto, 2005.
COELHO, Paulo Vinicius. Jornalismo Esportivo. São Paulo: Contexto, 2003.
DONDIS, Donis A. Sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
KOTLER, Philip. Princípios de Marketing. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.
LORENZON, Gilberto & MAWAKDIYE, Alberto. Manual de Assessoria de Imprensa. Campos do Jordão: Mantiqueira, 2003.
LUPETTI, Marcélia. Administração em publicidade – a verdadeira alma do negócio. São Paulo: Thomson, 2006.
MACHADO, Arlindo. A arte do vídeo. São Paulo: Brasiliense, 1997.
MACHADO, Arlindo. A ilusão especular. São Paulo: Brasiliense, 1984.
MARISTELA, Mafei. Assessoria de imprensa: como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2009.
PIZA, Daniel. Jornalismo Cultural. São Paulo: Contexto, 2004.
REGO, Francisco Gaudêncio T. Jornalismo Empresarial:Teoria e Prática. São Paulo: Summus, 2005.
SAAD, Beth. Estratégias para a mídia digital – internet, informação e comunicação. São Paulo: SENAC, 2003.
ZETTL, Herbert. Manual de produção de televisão. São Paulo: Cengage Learning, 2011.
ZUANETTI, Rose (edição). Fotógrafo: o olhar, a técnica e o trabalho. Rio de Janeiro: SENAC, 2004.

LEIA O EDITAL COMPLETO

6 opiniões sobre “Concurso pra Jundiaí-SP”

  1. Olá, parabéns pelo blog que é uma mão na roda pra nós, jornalistas, que sonhamos e batalhamos por uma vaga no serviço público.
    Estou muito interessada nesse concurso, mas minha dúvida se baseia no fato de não ter mestrado e, ou doutorado e de se isso pode fazer muita diferença na hora da concorrência.
    Que achas?

    1. Oi, Cassiana! Olha, normalmente a prova de títulos não é algo que faz muita diferença, as notas nas provas objetivas/ discursivas costumam fazer mais diferença nas colocações entre os candidatos. Se você for muito bem nas provas, ninguém passa você! Não deixe de fazer por conta disso!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s