Cadastro de reserva em Minas Gerais

O Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais lançou edital de um concurso público que vai formar cadastro de reserva para o cargo de jornalista. A oportunidade é para Belo Horizonte. Veja os detalhes:

CARGO: Técnico Judiciário/ Jornalista

VAGAS: não há, é para cadastro de reserva

SALÁRIO: R$ 3.386,72

INSCRIÇÕES: de 15 de julho a 15 de agosto no site da Fumarc

VALOR: R$ 70,00

PROVAS:  objetivas, que serão realizadas no dia 8 de setembro

COMECE A ESTUDAR:
1) Língua Portuguesa (15 questões)
1. Interpretação de textos. Estrutura do texto: relação entre as ideias; recursos de coerência e coesão. 2. Ortografia oficial; divisão silábica; homônimos e parônimos; acentuação gráfica. 3. Sintaxe da oração e do período. 4. Substantivo: classificação, flexão, emprego. 5. Adjetivo: classificação, flexão, emprego. 6. Pronome: classificação, emprego, colocação dos pronomes pessoais oblíquos átonos, formas de tratamento. 7. Verbo: conjugação, flexão, propriedades, classificação, emprego. Vozes verbais. 8. Advérbio: classificação e emprego. 9. Conjunções coordenativas e subordinativas. 10. Concordância verbal e nominal. 11. Regência verbal e nominal. 12. Ocorrência do sinal indicativo de crase.

Bibliografia sugerida:
ANDRÉ, Hildebrando. Gramática ilustrada. São Paulo: Moderna.
BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. São Paulo: Ed. Nacional.
CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. São Paulo: Ed. Nacional.
CIPRO NETO, Pasquale & INFANTE, Ulisses. Gramática da língua portuguesa. São Paulo: Scipione.
CUNHA, Celso & CINTRA, L. F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.
ROCHA LIMA, Carlos Henrique. Gramática normativa da língua portuguesa. Rio de Janeiro: José
Olympio.
Livros didáticos de Língua Portuguesa para o ensino fundamental e médio

2) Noções de Direito (15 questões)
1. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 (com as alterações introduzidas pelas Emendas Constitucionais). 1.1 Dos Princípios Fundamentais (art. 1º a 4º) 1.2 Dos Direitos e Garantias Fundamentais (art. 5º ao17) 1.3 Da Organização político-administrativa da República Federativa do Brasil (art.18 e 19) 1.4 Da Administração Pública (art. 37 a 41) 1.5 Do Poder Legislativo (art. 44 a 47 59 a 69) 1.6 Do Poder Executivo (art. 76 a 83) 1.7 Do Poder Judiciário (art. 92 a 126) 1.8 Das Funções essenciais à Justiça (art. 127 a 135) 1.9 Da Família, da criança, do adolescente e do idoso (art. 226 a 230). 2. Constituição do Estado de Minas Gerais de 1989 (com as alterações introduzidas pelas Emendas Constitucionais). 2.1 Dos Servidores Públicos (art. 20 a 37) 2.2 Do Poder Legislativo (art. 52 a 72) 2.3 Do Poder Executivo (art. 83 a 94) 2.4 Do Poder Judiciário (art. 96 a 118) 2.5 Das Funções essenciais à Justiça (art. 119 a 132) 3. Lei Complementar Estadual n. 59, de 18 de janeirode 2001, com as alterações introduzidas pela Lei Complementar n. 85, de 28 de dezembro de 2005 e pela Lei Complementar n. 105, de 14 de agosto de 2008. (Organização e Divisão Judiciárias do Estado de Minas Gerais). 3.1 Da Organização e Divisão Judiciárias (art. 1º a 9º, 11 a 16, 23 a 31, 52 a 54, 82 a 85, 163, 236 a 257) 3.2 Dos Direitos do Servidor (art. 260 a 272) 3.3 Do Regime Disciplinar dos Servidores do Poder Judiciário (art. 273 a 290) 3.4 Da sindicância e do processo disciplinar (art. 291 a 300) 4. Lei Estadual n. 869, de 5 de julho de 1952 (Estatuto dos Funcionários Públicos 4.1 Civis do Estado de Minas Gerais). 4.2 Das Disposições Preliminares (art. 1º a 9º) 4.3 Das Licenças (art. 158 a 186) 5. Regimento Interno do TJMMG 6. Licitação: Conceito, princípios, modalidades, dispensa e inexigilibilidade, sanções penais (Lei n. 8.666, de 21 de junho de 1993 e alterações posteriores). 6.1 Princípios (art. 1º ao 5º) 6.2 Definições (art. 6º) 6.3 Modalidades. Limites e Dispensa (art. 20 a 26) 6.4 Sanções administrativas e penais (art. 81 a 108) 7. Resolução nº 217 da 3ª Assembleia Geral da ONU, de 10 de dezembro de 1948 (Declaração Universal dos Direitos Humanos) 8. Noções Básicas de DIreito Penal Militar: 8.1 Conceito de Direito Penal Militar; 8.2 Fontes de Direito Penal Militar.

Observação:
. As leis federais podem ser acessadas no endereço eletrônico da Presidência da República (www.planalto.jus.br – Link “Legislação”).
. As leis estaduais podem ser acessadas no sítio da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (www.almg.jus.br – Link “Legislação”).
As normas do TJMG podem ser acessadas no endereço eletrônico do Tribunal.

Bibliografia sugerida:
ASSIS, Jorge César de. Comentário ao Código Penal Militar. Parte Especial. Editora Juruá.
ASSIS, Jorge César de. Código de Processo Penal Militar Anotado. Editora Juruá.
ROMEIRO, Jorge Alberto. Curso de Direito Penal Militar. Editora Saraiva.

3) Noções de Informática (5 questões)
Considerar versão em Português do Sistema Operacional Windows e Ferramentas 1. Conhecimento de operação com arquivos em ambiente Windows XP. 2. Conhecimento de arquivo e pastas (diretórios) Windows XP. 3. Utilização do Windows Explorer: criar, copiar, mover arquivos, criar diretório Windows XP. 4. Conhecimentos de editor de texto (ambiente Windows): criação de um novo documento, elaboração de tabelas, formatação geral e impressão. Microsoft Office XP. 5. Conhecimentos de Internet. 6. Correio Eletrônico: receber e enviar mensagens; anexos; catálogos de endereço; organização das mensagens. 7. Conhecimentos do Microsoft Excel: referências a células, fórmulas de soma e de condição, gráficos, formatação condicional, importação de arquivos CSV, impressão.

4) Conhecimentos Específicos (15 questões)
1. Conceitos, técnicas e funções da assessoria de imprensa. 2. Conceitos e técnicas da comunicação pública. 3. Release, clipping, check list. 4. Características das publicações institucionais. 5. Relacionamento com a imprensa. 6. Assessorado e relacionamento com a imprensa. 7. Conceitos, técnicas e aplicações de notícia e reportagem. 8. Modalidades de entrevista em assessorias de imprensa. 9. Técnicas de apuração, redação e edição de textos jornalísticos informativos, interpretativos e opinativos para veículos impressos, rádio, televisão, Internet e Intranet. 10. Ética jornalística. 11. Notícia institucional: características e produção. 12. Gerenciamento de crise e assessoria de imprensa. 13. Gestão estratégica da comunicação organizacional. 14. Produção de notícias para comunicação interna. 15. Comunicação pública.

Bibliografia sugerida:
BARBEIRO, Heródoto & LIMA, Paulo Rodolfo de. Manual de Radiojornalismo – produção, ética e Internet. Rio de Janeiro: Campus/Elsevier, 2003.
______. Manual de Telejornalismo – os segredos da notícia na TV. Rio de Janeiro: Campus/Elsevier, 2003.
BUCCI, Eugênio. Sobre ética e imprensa. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
ERBOLATO, Mário. Técnica da codificação em jornalismo. Petrópolis: Vozes, 1994.
FENAJ, Código de Ética do Jornalista. (1987), disponível em http://www.fenaj.org.br,
GENRO FILHO, Adelmo. O segredo da pirâmide. Porto Alegre: Editora Ortiz, 1989.
KOPPLIM, Elisa & FERARETTO, Luiz Artur. Assessoria de imprensa – teoria e prática. Porto Alegre: Sagra- DC Luzatto, 2003.
KUNSCH, Margarida Mª. Relações Públicas – novos paradigmas na comunicação organizacional. São Paulo: Summus, 1997.
LAGE, Nilson. Ideologia e Técnica da Notícia. Petrópolis: Vozes, 1979
______. A linguagem jornalística. São Paulo: Ática, 1993.
______. Estrutura da notícia. São Paulo: Ática,1993.
______. A reportagem: teoria e técnica de entrevista e pesquisa jornalística. Rio de Janeiro: Record, 2001.
LIMA, Gérson Moreira. Releasemania. São Paulo: Summus, 1985.
LUSTOSA, Elcias. O texto da notícia. Brasília: Editora UnB1996.
MACIEL, Pedro. Jornalismo de televisão. Porto Alegre: Sagra-Luzzato, 1995.
MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa – como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2004.
MEDINA, Cremilda. Entrevista – o diálogo possível. São Paulo: Ática, 1990.
PATERNOSTRO, Vera IRIS. O texto na TV: Manual de Telejornalismo, 6. ed., São Paulo: Campus, 1999.
REGO, Francisco G. T. do. Comunicação empresarial, comunicação institucional: conceitos, estratégias, sistemas, estrutura, planejamento e técnicas. São Paulo: Summus, 1986.
RIBEIRO, Jorge Cláudio. Sempre alerta. São Paulo: Brasiliense, 1994.
RODRIGUES, Bruno. Webwriting. Pensando o texto da mídia digital. São Paulo: Berkeley, 2000.
SIMONE, José Fernando, MONTEIRO, Mariana. Jornalismo Online – o futuro da informação. Rio de Janeiro: WebMeio Edições, 2001.
SOUSA, Jorge Pedro. As notícias e seus efeitos. Coimbra: Minerva, 2000.
SQUIRRA, Sebastião. Aprender telejornalismo. São Paulo, Brasiliense, 1989.
TRAQUINA, Nélson. Jornalismo: questões teorias e histórias. Lisboa: Vega: 1999
WOLF, Mauro. Teorias da comunicação. Lisboa: Editorial Presença, 1999.

LEIA O EDITAL COMPLETO

Anúncios

10 opiniões sobre “Cadastro de reserva em Minas Gerais”

  1. Oi Mari, gostaria de dá uma ideia pra vc: Será que rolaria de montarmos um grupo de estudos para redação, é que eu vi essa ideia no forumconcurseiros e achei bem legal, o pessoal fazia um redação semanalmente e depois eles distribuíam para os outros membro do grupo corrigirem. O que vc acha?

    1. Oi, Adriany! Não são todos concursos que têm redação, né? Mas de toda forma, eu posso disponibilizar o espaço aqui para a divulgação desse grupo, agora alguém precisa criar um e-mail e ficar responsável por administrar o grupo. Se quiser, me avisa!

  2. Oi Mariana. Muito interessante sua iniciativa de criar um blog voltado para a área de comunicação. Sou formada em jornalismo e vou prestar concurso na área. Comecei agora e é muito difícil. Gostaria de saber quais os prováveis concursos que oferecerão vagas em nossa área (nacional)? Moro na Bahia e são poucos concursos que oferecem vagas em comunicação. Estou um pouco perdida. Obrigada.

    1. Oi, Carol! Ainda não tem nada certo, mas há uma expectativa pelos concursos da Ancine, Bacen, Petrobras e INSS. Na Bahia abre alguns concursos sim, sempre que fico sabendo, divulgo por aqui. Continua acompanhando o blog, assim que tiver novidades avisarei!

  3. Oi, Mariana! Tudo joia? Diga-me, por favor, esses concursos que têm cadastro de reserva, chegam a chamar? Achei esse interessante, BH é minha segunda casa.

    1. Alguns chamam, Guilherme, mas o fato de não ter vaga definida não obriga o órgão a chamar. De toda forma, acho válido ao menos tentar!

  4. Mariana, bom dia.

    Estou com dúvidas quanto a esse concurso. Encontrei dois editais diferentes dele. E um deles não especifica a prova para jornalista. Um foi tirado no próprio site da TJMG e o outro no site da FUMARC.

    Segue:
    http://www.makiyama.com.br/tjmg/Edital.pdf

    http://www.fumarc.com.br/imgDB/concursos/edital_e_anexos-20130507-102548.pdf

    Se você puder esclarecer essa dúvida pra mim, agradeço desde já.

    Atenciosamente,

    João Vicente

    1. Oi, João Vicente! Esse outro é um concurso para Oficial Judiciário e o que falei no post é para Técnico Judiciário, cujo uma das especialidades é a de Jornalismo. provavelmente o órgão está com dois concursos abertos. Siga o site da Fumarc e faça a inscrição lá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s