Depoimento de Ana Carolina Dall’Agnol

Se um leitor do blog me diz que foi convocado em um concurso público, eu não resisto e peço logo para a pessoa escrever um depoimento! Minha sorte é que jornalista adora escrever e a maioria acaba topando! Êêêê!!!

Hoje é a vez do depoimento da Ana Carolina Dall’Agnol que acabou de ser convocada para o concurso da Celesc. O texto dela está muito bom, fala sobre as dificuldades que ela passou, dá dicas de estudos!

Me identifiquei muito! Obrigada Ana, boa sorte nessa nova fase da sua vida!!!

Para quem ainda não passou, serve de incentivo! O sol nasce para todos, daqui a pouco sua hora chega!

 

“Se existe um momento com o qual todo concurseiro sonha é aquele em que vê seu nome na lista de aprovados em um concurso público. Pois bem, neste ano, realizei esse sonho, pois tive a grande alegria de ser a primeira colocada no concurso das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) e de ser convocada logo em seguida. É um novo passo numa trajetória que começou há dois anos, e que agora eu compartilho aqui com vocês.

A decisão Decepcionada com o mercado de jornalismo (leia-se salário baixo, muito trabalho e pouco reconhecimento), decidi que precisava dar um novo rumo à minha vida profissional. Meu objetivo era continuar atuando na área, mas de uma forma que eu pudesse ter mais qualidade de vida, estabilidade e valorização profissional. Foi aí que entrou a ideia de prestar concurso público.

Eu sabia que seria preciso muito empenho, pois as vagas em comunicação são escassas e os concursos, disputadíssimos. Larguei meu emprego e decidi que iria me dedicar em tempo integral a esse projeto, mesmo sabendo de todas as dificuldades que viriam pela frente – em especial porque passaria a depender exclusivamente do dinheiro dos meus pais. Ao mesmo tempo em que é uma dificuldade não ser independente financeiramente “depois de grande”, é também uma facilidade, claro, pois possibilita focar totalmente nos estudos.

Por onde começar?

Meu primeiro passo foi me matricular em um cursinho, para fazer as matérias básicas: português, informática, direito administrativo, e por aí vai. Acho que é muito importante assistir a aulas, sejam elas presenciais ou online, pois é aí que você observa quais são os tópicos mais importantes a serem estudados, que assuntos são mais abordados nas provas e de que forma eles são cobrados. É como se os professores mapeassem o caminho, para que, a partir dessas orientações iniciais, você possa seguir com segurança, aprofundando os conteúdos. 

Meu processo de estudo Com o edital em mãos e com todos os conteúdos organizados numa lista, eu analisava quais assuntos dominava menos, para começar meus estudos por eles. Então fazia um calendário com os assuntos divididos por dia, para que nada ficasse de fora. É claro que, no começo, tudo era muito novo, então nem sempre eu dava conta de ver todas as matérias com a profundidade e o tempo necessários. Com o passar dos meses, os conteúdos começavam a se repetir, e meu conhecimento aos poucos foi se ampliando.

Uma coisa que me ajudou demais foi fazer resumo de tudo! Virou um vício! Eu sempre fazia os benditos dos resumos, depois guardava cada um deles numa pastinha com abas divididas por matérias. A cada novo concurso, se eu já tinha visto o assunto, bastava pegar o meu resumo para fazer uma revisão.

Dificuldades

Às vezes, parece que o momento tão sonhado nunca irá chegar! Além dessa ansiedade em relação ao futuro, das inseguranças que surgem durante o processo, tive que enfrentar muita desconfiança em relação à minha decisão. As pessoas me perguntavam coisas do tipo: “como assim você só estuda?” ou “ainda não passou?”. O que fazer com isso? Usar como um incentivo extra: sua aprovação será a melhor resposta!

Para enfrentar as dificuldades, sempre tive em mente que era um projeto de médio a longo prazo, e que, se continuasse me dedicando,  iria dar certo! Eu ficava repetindo para mim mesma que seria um sacrifício agora, para garantir um bom futuro depois.

Resultados

Após alguns meses de estudo, os resultados começaram a aparecer. Fiquei em oitavo lugar no concurso dos Correios (SC); em terceiro na Casan (SC); em quinto na FINEP (RJ). Tudo isso serviu para me dar confiança e perceber que estava no caminho certo. Algumas decepções apareceram no caminho, como ficar em 11º no BNDES (sendo que o concurso tinha apenas dez vagas para cadastro de reserva) e estar em segundo lugar na ANP (com a correção das provas objetiva e discursiva) e ser eliminada por não atingir a pontuação mínima em uma das questões discursivas. Mas, mesmo após algum sofrimento, sabia que logo chegaria minha vez.

Confesso que, quando eu ficava assim tão pertinho de passar e não dava certo, batia aquela vontade de largar tudo, um desânimo só. Mas logo eu pensava “Bola pra frente, que venha o próximo!”. Não dá para se apegar demais. O importante é tentar corrigir as falhas, ver qual matéria precisa de mais dedicação, resolver mais provas, solucionar todas as dúvidas.

Outra coisa fundamental: trabalhar o psicológico! Percebi como isso era realmente importante quando fui prestar o concurso para a Dataprev, no final de 2012. O concurso não era meu foco, estava fazendo mais por experiência. Fui tranquila, sem aquela pressão de ter que ir super bem na prova. Sabe o que aconteceu? Acabei ficando em primeiro lugar! Foi com essa mesma postura que fiz a prova para a Celesc, sem me pressionar, mantendo a confiança em tudo que já havia aprendido. É incrível como adotar uma atitude mais otimista faz com que você resolva a prova com mais confiança. Ficar em primeira no concurso da Celesc foi ainda mais gratificante, pois era algo que eu realmente queria!

Dicas
– Não subestime nenhuma matéria. Estude tudo o que está no edital;
– Resolva muitas provas e conheça bem o estilo da banca;
– Converse com pessoas que estão passando pela mesma situação – é bom para trocar conhecimentos e angústias;
– Não se deixe intimidar por comentários maldosos ou qualquer tipo de interferência negativa. É um assunto que diz respeito apenas a você mesmo, pois é seu futuro que está em jogo;
– Por fim, o mais importante: tenha consciência de que é um projeto de longo prazo. Seja paciente e jamais pense em desistir!”

Anúncios

22 opiniões sobre “Depoimento de Ana Carolina Dall’Agnol”

  1. Depoimento inspirador!!! Parabéns Ana Carolina. Mariana, continue postando a vitória da galera, é muito bom ver que no final vale a pena. 🙂

  2. Parabéns, Ana!!! Estudamos juntas na UFSC e não sabia dessa sua decisão de estudar para concurso público.
    Fico feliz por você! Também estou nesse barco. Comecei agora e é muito difícil mesmo.
    Tenho uma grande dúvida: como estudar os conteúdos da nossa área??? Que material, algum curso, quais livros?? Beijo

    1. Sabrina, que legal te ver por aqui! O começo é complicado, mas aos poucos vc vai pegando o jeito da coisa 🙂

      Uma vez um amigo me perguntou sobre os livros e materiais, fiz esse listinha dos livros que mais foram úteis para mim:

      1. A Reportagem (Nilson Lage)
      2. Assessoria de Imprensa e Relacionamento com a Mídia (Jorge Duarte)
      3. Marketing para o século XXI (Philip Kotler)
      4. Propaganda institucional: usos e funções da propaganda em relações públicas (JB Pinho)
      5. A arte de se relacionar com a imprensa (Maria Tereza Garcia)
      6. Jornalismo Digital (Pollyana Ferrari)
      7. Guia de estilo Web (Luciana Moherdaui)
      8. Obras jornalísticas: uma síntese (Ellis Regina Araújo e Elizete de Souza)

      Também pego muita coisa da internet (acho que a maioria, na verdade, hehehe). Uma coisa que me ajudou bastante foi um pacote que comprei pro concurso da EBC, com material específico pra Jornalista. Comprei no Ponto dos Concursos, mas não tá mais no site 😦

  3. Obrigada!! Fico muito feliz em poder compartilhar minha experiência, sei como isso dá forças pra não desistir :)É como a Mari disse, todos têm seu lugar ao sol!

  4. Parabéns pelo blog e para a colega Ana Carolina. Sucesso na nova missão. Gostaria de saber quais dicas de livros e apostilas com questões de provas, onde posso adquirir?

    1. Jéssica, agora que já passaram todas as etapas do seu concurso, te convido para fazer um depoimento pra gente também! Topas?

  5. Parabéns, Ana Carolina!!
    Amei a parte do texto que fala sobre as dificuldades, gente para duvidar, desacreditar não falta e como você colocou muito bem: “sua aprovação será a melhor resposta!”
    Conheço uma família aqui em minha cidade – Campo Grande MS – quem tem o mesmo sobrenome que o seu. Vc tem parentesco com eles? Dall’Agnol não é um sobrenome comum…
    Bjos!!!

    1. Oi, Evellyn! A reação das pessoas era o que mais me indignava, acho até que me isolei um pouco por causa dessa “encheção de saco”, hahaha.
      Que eu saiba, não tenho nenhum parente em Campo Grande, mas olha, a minha família é grande, quem sabe seja um parente distante 🙂
      beijos e boa sorte na tua trajetória!

  6. Parabéns pela conquista Ana!
    Gostei muito do depoimento, um incentivo pra gente não desistir!
    Gostaria de fazer uma pergunta, estou fazendo o cursinho do Radix (para conhecimentos específicos), mas também vale a pena fazer as matérias básicas: português, informática, direito administrativo,etc…você sabe onde encontro esse curso?
    bjos

    1. Muito obrigada, Mabelle! 🙂

      Vc pode encontrar nesses sites: http://www.canaldosconcursos.com.br
      http://www.pontodosconcursos.com.br
      http://www.euvoupassar.com.br

      Geralmente, eles oferecem pacotes para um concurso específico ou por disciplina isolada. Tem também um pacotão básico aqui: http://www.aprovaconcursos.com.br/concurso/meu-primeiro-concurso

      Eu fiz esse aí já. Tem muita aula boa, outras nem tanto, mas no geral vale a pena! E acho que esse é um dos mais baratos tb.

      beijos!

  7. Nossa, como eu me senti bem lendo este depoimento!
    Venho estudando há algum tempo, mas esses dias me bateu um desânimo chato; muito mais pela questão dos concursos para jornalistas serem bem restritos do que pelo estudo em sim.
    Tenho os sites da Mariana e da Michele favoritados em meu computador, e leio sempre que posso (a propósito, vocês merecem tudo de bom nesta vida pelo desprendimento em ajudar a todos); entretanto, hoje em especial, entrei sem querer aqui e vi este destaque. Sabe, era tudo que eu precisava ler! Aproveitei para ler os outros depoimentos também (ótimos!).
    Obrigada por tudo meninas!

    1. Que bom que gostou, Amanda! Esperamos ver seu depoimento aqui em breve! O desânimo é comum de acontecer, mas não deixe ele te contagiar!

      Beijo grande!

  8. Obrigada, Ana! Vou olhar os links e já guardei a listinha de livros. Fico tão perdida para reunir material da nossa área.

    E parabéns pelo blog, Mariana! É ótimo!!! Estou sempre de olho nele!

  9. Foi animador,ler este depoimento, pois hoje eu recebi um reprovado de apenas três concursos que fiz, mas percebi que todo esforço tem seu dia de recompensa!

  10. Ana Carolina, obrigado pelo seu relato.
    É um tempo difícil mesmo, de muita luta.
    Que você seja feliz no seu novo emprego. E nós que continuamos perseguindo esta meta sigamos firmes na certeza de que nova vaga chegará!

    Thiago Camara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s