Ótima oportunidade em concurso no Espírito Santo

Ai se todo concurso fosse assim! Nós, jornalistas concurseiros, estaríamos salvos! É que a Assembleia Legislativa do Estado do Espírito Santo está com inscrições abertas para o concurso que oferece, pasmem, 14 VAGAS PARA JORNALISTAS!!!

E o salário, juntando com o benefício de alimentação, dá mais de R$ 5.000,00!

Gente, são muitas vagas e o salário é bem melhor que a maioria que vemos por aí, não? Veja mais informações dessa seleção:

CARGO: Analista em Comunicação Social I (Editor de texto – TV/ Repórter – TV/ Produtor – TV/ Repórter – WEB/ Produtor – WEB e Repórter Fotográfico) – pelo que entendi, as vagas serão distribuídas nesses cargos, mas o edital não fala em escolha de cargo na hora da inscrição, acho que não dá para escolher.

SALÁRIO: R$ 4.459,72 e auxílio alimentação de R$ 613,75.

JORNADA DE TRABALHO: 30 horas semanais.

INSCRIÇÕES: de a 24 de agosto pelo site da Cespe

VALOR: R$ 70,00

PROVAS: Objetivas, que devem ocorrer em 9 de outubro de 2011, no turno da manhã, além da prova de títulos.

O QUE ESTUDAR?
CONHECIMENTOS BÁSICOS (25 QUESTÕES)
– LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial: emprego das letras; emprego da acentuação gráfica. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual: emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual; emprego/correlação de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período: relações de coordenação entre orações e entre termos da oração; relações de subordinação entre orações e entre termos da oração; emprego dos sinais de pontuação; concordância verbal e nominal; emprego do sinal indicativo de crase; colocação dos pronomes átonos. 6 Reescritura de frases e parágrafos do texto: substituição de palavras ou de trechos de texto; retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade. 7 Correspondência oficial: adequação da linguagem ao tipo de documento; adequação do formato do texto ao gênero.

– NOÇÕES DE INFORMÁTICA: 1 Sistemas operacionais (Windows 7). 2 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet/intranet; ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e de pesquisa. 3 Principais aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações (pacote Microsoft Office). 4 Conceitos básicos de tecnologia da informação: sistemas de informações e segurança da informação.

– ORGANIZAÇÃO DO PODER LEGISLATIVO ESTADUAL: 1 Constituição Estadual do Espírito Santo. 1.1 Organização do Estado (arts. 14 a 47). 1.2 Organização dos Poderes (arts. 48 a 77). 2 Resolução nº 2.890/2010 (dispõe sobre a estrutura organizacional dos serviços administrativos da Secretaria da Assembleia Legislativa e sobre o Plano de Cargos e Carreiras dos seus respectivos servidores).

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS (35 QUESTÕES)
– COMUNICAÇÃO SOCIAL: 1 Legislação de comunicação social: Código de Ética do Jornalista, Código de Ética da Radiodifusão, Código Brasileiro de Auto-Regulamentação Publicitária. 2 Regulação e agências reguladoras. 3 Política Nacional de Telecomunicações. 4 Jornalismo e meios de comunicação de massa. 4.1 História e conceitos. 4.2 Veículos de comunicação de massa no Brasil: história, estrutura e funcionamento. 4.3 Características, linguagens e técnicas de produção, apuração, entrevista, redação e edição de jornal, revista, rádio, Internet, TV e vídeo. 4.4 Condições de produção da notícia. 4.5 Princípios e orientações gerais para redigir um texto jornalístico. 5 Jornalismo institucional. 5.1 História, atribuições, organização, estrutura e funcionamento. 5.2 Produção da notícia e rotinas da assessoria de imprensa; papel do assessor; atendimento à imprensa; técnicas de redação; sugestões de pauta, releases e artigos; organização de entrevistas; produtos de uma assessoria de imprensa; mecanismos de controle da informação. 5.3 Pauta institucional. 5.4 Canais e estratégias de comunicação interna. 5.5 Publicações jornalísticas empresariais: história, planejamento, conceitos e técnicas. 5.6 Métodos e técnicas de pesquisa. 6 Teorias da comunicação. 6.1 História e conceitos das principais teorias de comunicação. 6.2 Papel dos meios de comunicação na construção da realidade social. 6.3 Teorias sobre a produção da notícia e seus efeitos. 7 Projeto gráfico e produção de mídias eletrônicas. 7.1 Tecnologias de mídias eletrônicas. 7.2 Linguagem visual e aspectos estéticos. 7.3 Tipos, características, conceitos, aplicações e limitações das mídias eletrônicas.

II LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA: 1 Regimento Interno da Assembleia Legislativa (Resolução nº 2.700/2009 e posteriores alterações). 2 Código de Ética e Decoro Parlamentar (Resolução nº 1.775/1995 e posteriores alterações). 3 Ouvidoria Parlamentar da Assembleia Legislativa (Resolução nº 2.018/2001 e posteriores alterações). 4 Regime jurídico dos servidores civis do estado do Espírito Santo (Lei Complementar Estadual nº 46/1994 e posteriores alterações).

LEIA O EDITAL COMPLETO

Anúncios

26 opiniões sobre “Ótima oportunidade em concurso no Espírito Santo”

  1. Peraí…se uma pessoa é aprovada dentro dessas 14 ela vai fazer tudo isso (“Editor de texto – TV/ Repórter – TV/ Produtor – TV/ Repórter – WEB/ Produtor – WEB e Repórter Fotográfico”) ao mesmo tempo? Tá certo que em várias instituições (inclusive no sindicato onde eu trabalho) o “jornalista” de fato faz isso tudo, mas nunca tinha visto isso assim explicitado, ainda mais em um edital.

  2. Muito ruim o edital não determinar o número de vagas para cada cargo…

    – Aqui em Minas todos os jornalistas da Assembleia são também concursados, o salário é ótimo e são só 5 horas por dia. Os produtos (TV, web e rádio) são de ótima qualidade e, arrisco dizer, imparcialidade.

  3. Olá pessoas, dei uma olhada no edital e entre as matérias vi o tópico: Regulação e agências reguladoras. Me ajudem aí, eu nuca sei o que estudar para este assunto.

    1. Diogo,

      Eu também tenho a mesma dúvida. Dei uma olhada na internet, mas, não achei nada espefício sobre Regulação e agênicas reguladoras. E sobre “Política Nacional de Telecomunicações”? Por qual material vc está estudando?
      Você é da onde?
      Nunca vi tanto regimento interno neh. É muita coisa para estudar em 2 meses, não acha?
      Vc tem acompanhado as suspeitas deste edital estar direcionado em benefício dos comissionados que foram exonerados em junho?
      Abraços e boa sorte!

  4. Oi gente, eu sou de Vitória no Espírito Santo… esse edital será modificado em breve.. está com várias inconstitucionalidades e erros. Talvez eles delimitem para qual cargo a pessoa deve se inscrever.. Mas eu prefiro assim, porque não corre o risco de eu me escrever para o mais concorrido…. Já estagiei na Ales… lá é super tranquilo! Uma ótima oportunidade, sem dúvidas.

    1. Beatriz,

      Eu tbm vi a confusão que está este edital. Mas, até agora nada de mudança neh.
      Será que realmente vão mudar alguma coisa?
      Vejo que a discussão do pessoal é principalmente pelo fato de pedir experiência.
      Fiz dois concursos em SC no mês passado e, nos dois, a experiência era avaliada tbém.
      Nenhum deles sofreu modificação ou coisa parecida.
      Eu também prefiro que não divida as vagas para jornalista. Afinal, como vc mesmo disse, corre-se o risco de se inscrever em um cargo pensando ser menos concorrido e isto n acontecer, hehehe.
      Tenho alguns amigos que trabalham na Assembléia aqui de Minas. Todos estão satisfeitíssimos com o cargo, principalmente pela tranquilidade.
      Como também perguntei no post acima, n achei nada sobre regulação e agências reguladoras. Vc tem alguma sugestão?
      E estudar aquele monte de regimento, constituição do estado… Talvez, para você que é do estado, seja mais fácil!!!

      Boa sorte!

  5. Olá Mariana e demais blogueiros,

    Fiquei muito interessada nesse concurso, mas estou na dúvida sobre o entendimento que pode ser dado ao cargo de Analista de Comunicação. O edital menciona necessidade de “Diploma de curso superior em Jornalismo, Comunicação Social ou congênere” o que abre espaço para as demais formações em Comunicação Social (Relações Públicas e Publicidade). Ou vocês entendem que o cargo é restrito para jornalistas? O fato de mencionar o Código de Auto-regulamentação Publicitária entre as matérias específicas me deixa ainda mais na dúvida! O que vocês acham?

    Abraços e boa sorte a todos, Aline.

  6. Gente,

    Olá, tudo bem? Acabei de me formar em jornalismo e também vi esse concurso. No entanto, achei várias matérias falando sobre problemas com fraude para esse concurso…dizendo, inclusive, que já havia uma lista de aprovados pronta. E aí? Vocês ouviram falar sobre isso? Vão fazer mesmo assim? Digo isso, porque como as provas são no ES ainda tem a passagem, a hospedagem…tudo isso

    Abraços e parabéns para o espaço,
    Luciana

    1. Eu ouvi alguns comentários sim, Luciana, mas acredito que hoje em dia é mais difícil esse tipo de fraude ocorrer em uma seleção pública. De toda forma, existem os meios legais, como o Ministério Público, que podem ser acionados para investigar se houver irregularidades.

    2. Oi Luciana, eu prestei o concurso anterior e realmente houve fraude, mas esse (que tb prestei) foi diferente, até porque foi feito pelo Cespe, portanto, fique tranquila.

  7. Sou Radialista e achei ótima oportunidade, raramente abre concurso para a nossa área!
    Agora aquele montão de coisas pra estudar em 1 mês é que mata!!!

      1. Acho que com o fim da obrigatoriedade do diploma para jornalistas, teremos mais concursos voltados para a área de Comunicação (geral).

  8. E então, nenhum comentário sobre a prova?! Eu, pessoalmente, achei muito pesada a parte de legislação – que deixou pouquíssimo espaço para questões de comunicação mesmo. Estou curiosa para saber sobre o gabarito e eventuais aprovados…

    1. Fiquei com meros 40 pontos em 60! Ou seja, 66,67% da prova.

      Boa sorte aos outros navegantes, pois acho que nadei muito para ficar na praia mesmo…

      Decepção completa com o fato de 24 das 35 questões específicas terem sido sobre códigos, leis e afins! Não me parece que eles estejam buscando alguém da comunicação…

      1. Oi Aline, a média de pontos do Cespe é sempre baixo, portanto, aguarde o resultado final, a minha pontuação foi parecida com a sua.

      2. Aline e Wagner,
        A parte de legislação achei até legal, já aquelas questões sobre a a Ancine, Anatel e PCL me quebraram. Sei q no final das contas fiquei com 42 pontos. Confesso q fiquei meio desanimada, ms se tratando do Cespe, tdo pode acontecer. Vamos esperar e torcer!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s