EBC: edital 3 – 27 vagas para jornalistas

O Edital no 3 da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) oferece 27 vagas para o cargo  Gestor de Atividade Jornalística da Empresa de Comunicação Pública – Jornalismo.

Vamos às informações:

VAGAS: 27, sendo duas para portador de necessidades

REQUISITOS: diploma de Jornalismo

SALÁRIO INICIAL: R$ 5.803,00

CARGA HORÁRIA: 40 horas semanais

INSCRIÇÕES: no site da Cespe , de 15 de julho a 7 de agosto

VALOR: R$ 62,00

PROVAS: objetivas de conhecimentos básicos e de conhecimentos específicos, prática profissional (redação, peso 2,5) e avaliação de títulos (peso 1)

DATA DA PROVA: 25 de setembro

PARA ESTUDAR
CONHECIMENTOS BÁSICOS (50 questões, peso 1)

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados.
Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial: emprego das letras; emprego da acentuação gráfica. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual: emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual; emprego/correlação de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período: relações de coordenação entre orações e entre termos da oração; relações de subordinação entre orações e entre termos da oração; emprego dos sinais de pontuação; concordância verbal e nominal; emprego do sinal indicativo de crase; colocação dos pronomes átonos. 6 Reescritura de frases e parágrafos do texto: substituição de palavras ou de trechos de texto; retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade. 7 Correspondência oficial: adequação da linguagem ao tipo de documento; adequação do formato do texto ao gênero.

RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Lógica sentencial e de primeira ordem. 2 Contagem: princípio aditivo e multiplicativo. 3 Arranjo. 4 Permutação. 5 Combinação simples e com repetição.

LÍNGUA INGLESA: 1 Compreensão de texto escrito em língua inglesa. 2 Itens gramaticais relevantes para a compreensão dos conteúdos semânticos.

LÍNGUA ESPANHOLA: 1 Compreensão de texto escrito em língua espanhola. 2 Itens gramaticais relevantes para a compreensão dos conteúdos semânticos.

ATUALIDADES: Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia, suas inter-relações e suas vinculações históricas.

LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA: 1 Lei nº 11.652/2008 (Lei de criação da EBC). 2 Decreto nº 6689/2008 (aprova o Estatuto Social da EBC).

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS (70 questões, peso 1)
1 Pensamento comunicacional: principais correntes, paradigmas, conceitos, processos, técnicas e efeitos. 2 Massa, audiência, público, esfera pública e opinião pública. 3 Sistemas e políticas de comunicação social no Brasil. 4 Legislação dos meios de comunicação no Brasil. 5 A comunicação social da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. 6 Políticas públicas de comunicação e o papel da EBC (Lei nº 11.652). 7 Ética e deontologia jornalística. 8 Técnicas de agendamento, cobertura, redação, produção e difusão dos fatos jornalísticos. 9 Administração jornalística: funções, atribuições, perfis e responsabilidades. 10 Comunicação pública e jornalismo público. 11 Jornalismo corporativo, comunicação integrada, assessoria de imprensa e produtos jornalísticos para público interno e externo. 12 Gestão da comunicação das organizações públicas e privadas: rotinas produtivas e gestão de crises. 13 Mídia e responsabilidade social. 14 Gêneros redacionais. 15 Coordenação de equipes e processos em uma organização de comunicação social. 16 A internet como suporte de divulgação, interação, atualização de conteúdos, de bancos de dados, notícias e imagens. 17 Utilização das redes sociais como ferramenta de comunicação.

Leia o EDITAL COMPLETO

Anúncios

32 opiniões sobre “EBC: edital 3 – 27 vagas para jornalistas”

  1. Oi …eu não consegui localizar na internet a venda de apostilas que possam me ajudar a fazer a prova para o cargo de jornalista/EBC. Vc tem alguma dica? Fico no aguardo. Parabéns pelo blog. Muito interessante e útil.

      1. Gente, a editora Vestcon lançou material.
        O Ponto dos Concursos tbm.
        Minha opinião: o material dos dois é muito bom:)

  2. Não enendi a questão do peso de tútulos na composição da nota. Não tenho mestrado. será que isso pesa muito?

  3. Colegas,

    Analisem comigo.
    Acredito que este edital visa escolher um cadidato para cada capital do Brasil.

    No certame diz claramente o que “Entre as atividades a serem desempenhadas, o jornalista tratará do planejamento, coordenação executiva e avaliação de coberturas jornalísticas, dentre outras atividades correlatas de ALTA COMPLEXIDADE para diferentes mídias e canais da EBC, com eficiência e efetividade, respondendo por todas as etapas do processo produtivo e resultado final, além de desempenhar atividades afins e correlatas”, ou seja, estas são funções desempenhadas por gerente de jornalismo.

    Eles não explicitaram para onde serão as vagas justamente por isto.
    O que vcs acham?
    A quantidade também, 27, é um indício de que talvez este meu raciocínio esteja correto.

    Aguardo outras observações.

    Abs

  4. Colegas,

    Como são 3 editais DISTINTOS, ou seja, são três concursos, é possível fazer a inscrição para dois deles e, resolver depois qual prestar?

    Outra informação que não ficou claro para mim no edital. Como vai ser feita a avaliação de títulos? Tem que ser enviado antes para a Cespe?

    Agradeço orientação!

    1. Geralmente nesses concursos, se você faz mais de uma inscrição, a segunda anula a primeira, por exemplo. Então se você se inscreve no edital 1 e depois faz outra inscrição no 2, só valerá a do 2. Mas acho que vale a pena consulta a Cespe ou mesmo ver no edital se fala algo sobre isso.

      Sobre a avaliação de títulos, tem que ler bem no edital, mas geralmente só concorre nessa etapa quem é aprovado na prmeira e assim que sai o resultado a organizadora diz a data da avaliação de títulos. Mas é melhor consultar bem o edital e se preciso entrar em contato com a Cespe.

  5. Olá Mariana e todos! Agora que tem um novo bom concurso, estou de volta! E com uma dúvida: será que quem fizer a prova na cidade X tem mais chance de, no caso de aprovado, ser chamado para ela? Será que influenciaria? Por exemplo: um bacana que faz a prova em Taguatinga tem mais chance de ser chamado para Taguatinga do que um que fez a prova no Rio, né?!
    Ou seja, quando se escolhe onde fazer a prova, apesar de estar concorrendo com os candidatos de todo o Brasil, você já está “indicando” que caso aprovado quer trabalhar naquela cidade?
    Isso no edital pode ter diferentes deduções.

    1. Fiquei na dúvida disso, Bráulio. Mas continuo achando que Brasília será o local onde serão chamados mais candidatos, sõ não sei se a lista de aprovados serápor cidade em que se fez a prova ou haverá uma lista geral, independente de onde se ralizou a prova.

      Acho que é bom entrar em contato com a Cespe e tirar essa dúvida, não está bem claro no edital!

      1. Mari, a lista de aprovados será geral, com as posições de todos os candidatos do Brasil, independentemente de onde vc fez a prova. Vai ser tipo concurso da Petrobrás: não interessa onde vc fez, vc concorreu com todos e a lista de nomes homologados no DOU é única.

        A lista só seria separada se fosse como no Correios, com as vagas previamente separadas. E não é esse o caso. Na EBC, todos concorrem com todos.

    2. Isso não tem nada a ver, Bráulio. Até pq o local onde vc faz a prova não é requisito pra nada. Como o concurso é nacional, a EBC não olhará o local onde vc fez a sua prova antes de te convocar. Ela olhará apenas a sua colocação e a conveniência da convocação.

      Se a prioridade da EBC for Brasília, chamam primeiro pra lá. Se for Rio primeiro pra lá. E por aí vai.

      Mas como são muitas vagas, com certeza vai ter gente indo pra sampa, São Luís e Tabatinga tb. É passar e rezar pra ser mandado pra onde quer. Se não for, recusar a nomeação. =/

    3. Não, Bráulio. A cidade onde vc fez a prova não interfere pra onde vc vai ser alocado. A cidade onde vc vai trabalhar só depende da colocação que vc ficar no concurso e da conveniência e interesse da EBC. Se inicialmente ela precisa de, sei lá, 10 pessoas em Brasília, as 10 primeiras são chamadas pra Brasília. E por aí vai.

      Só cabe a vc rezar para ser chamado para onde quer. Se isso não acontecer, não aceitar a nomeação. =/

  6. Gente, vcs observaram que os editais, na prova de títulos, dão até 10 pontos por experiência? Ou seja, recém-formados já começam com 10 pontos a menos. Eles querem valorizar quem já está no mercado, né. Quem já tem 10 anos de jornalismo tá feito nesse concurso.

  7. Vocês já entraram nesse site http://www.bocc.uff.br/_listas/tematica.php?codtema=8 ?
    É uma biblioteca virtual que reúne diversos livros, artigos, estudos sobre diversas matérias, especialmente jornalismo!

    Deem uma olhadinha, porque vale a pena. Ah sim, estou lendo um livro chamado “1000 perguntas Jornalismo”, de Felipe Pena. São literalmente 1000 perguntas sobre tudo o que vemos na faculdade e um bom norte também para começar a estudar.

    Boa sorte a todos nós!

  8. Mari, me inscrevi pra jornalista e gestor, aí li seu comentário sobre uma inscriçao anular a outra e fiquei em dúvida, mesmo sendo editais diferentes. Enviei um email pra Cespe, que me foi respondido super rápido. Pode se inscrever pra duas provas sim. Claro, que desde que seja em períodos diferentes, como pra jornalista e gestor

    1. Mas as provas são no mesmo horário. Ou seja, vc pode se inscrever para ambas, mas só poderá fazer uma. Elas acontecerão ao mesmo tempo.

      1. Gente, tem que confirmar no edital se as provas acontecerão ou não no mesmo horário. Se vocês se matricularem em duas seleções que ocorrem ao mesmo tempo, vão perder o dinheiro!

      2. É isso mesmo, se for o cargo de Jornalista de Empresa de
        Comunicação Pública – atividade: Jornalismo, é no mesmo horário da prova de Gestor (tarde), mas se for atividade Reportagem Cinematográfica ou Reportagem Fotográfica, a prova é pela manhã e dá pra fazer a prova de gestor.

        Queria fazer os dois (atividade: Jornalismo + Gestor), mas não dá. =/

        Olha:
        Edital 2
        6.2 As provas objetivas para os cargos de Jornalista de Empresa de Comunicação Pública – atividades: Reportagem Cinematográfica e Reportagem Fotográfica terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 25 de setembro de 2011, no turno da manhã.
        6.3 As provas objetivas e a prova prática profissional para o cargo de Jornalista de Empresa de Comunicação Pública – atividade: Jornalismo terão a duração de 5 horas e serão aplicadas na data provável de 25 de setembro de 2011, no turno da tarde.

        Edital 3 – Gestor de atividade jornalística de empresa de comunicação pública – Atividade: Jornalismo
        6.2 As provas objetivas e a prova prática profissional terão a duração de 5 horas e serão aplicadas na data provável de 25 de setembro de 2011, no turno da tarde.

      3. De toda forma, tem que ver se vale a pena fazer as duas provas pois você vai ficar muito cansada e pode prejudicar teu rendimento na prova da tarde…

      4. Gente, o edital explica sobre as inscrições, caso a pessoa faça a inscrição, por exemplo, para gestor e jornalista, que são no mesmo horário, olha:

        5.4.1.1 Para o candidato, isento ou não, que efetivar mais de uma inscrição para o mesmo turno de aplicação de prova, será considerada válida somente a última inscrição efetivada, sendo entendida como efetivada a inscrição paga ou isenta. Caso haja mais de uma inscrição paga em um mesmo dia, será considerada a última inscrição efetuada no sistema do CESPE/UnB.

  9. Pessoal, não entendi bem o peso da prova de prática profissional (redação) em relação à prova de conhecimentos.
    No edital diz que tem peso 2,5, e depois diz também que vale 100 pontos. Como assim? A prova de conhecimentos vale, ao todo, 120 pontos, e só a redação vale 100? E como seria esse peso 2,5? Não entendi nada.

    1. A prova objetiva vale 120 pontos. A prova de redação vale 100 pontos. Para a sua redação entrar na classificação, vc precisa tirar no mínimo 50 pontos (na redação).

      Daí, depois, a banca calcula a sua nota da prova objetiva e da prova de redação, levando em consideração os pesos de cada prova, certo?

      Tem uma fórmula utilizada pelo Cespe:

      12.1 Para os candidatos ao cargo de Jornalista de Empresa de Comunicação Pública – atividade:
      Jornalismo, a nota final no concurso (NFC) será calculada por meio da seguinte fórmula: NFC = NFPO + 2,5 × NFPP + NAT, em que NFPO é a nota final nas provas objetivas, NFPP é a nota final na prova prática profissional e NAT é a pontuação obtida na avaliação de títulos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s