Como se preparar para concursos: cursinhos

Cursinhos preparatórios para concursos têm aos milhares por aí. Cursinhos para os concursos de nível médio, para vagas de qualquer nível superior e aqueles voltados para a área de direito são a maioria. Em cada esquina tem um! Mas e para a área de comunicação?

Aqui em Recife não tem nenhum! Pesquisando na net, vi que em muitas outras cidades não têm também. Nem em Brasília!

Bom, a leitora Rô me disse que lá em Brasília tem o curso Gran Cursos que oferece turmas variadas, das mais diversas áreas. Aí, quando aparece um concurso com muitas vagas para a área de comunicação, como a Radiobras, por exemplo, o curso abre turmas específicas. E olhe que Brasília é o lugar onde mais têm vagas para a nossa área!

Se você está ficando desmotivado ao ver esse post, fique calmo que nem tudo está perdido. No Rio de Janeiro existe o Curso Radix que é totalmente voltado para a área de comunicação, sendo um preparatório não só para concursos, mas também para mestrados de comunicação, além dos cursos de extensão que oferece. Gente, o pessoal do Radix foi muito feliz em ter essa sacada!

Mas você deve estar se perguntando: “e eu vou ter que ir ao Rio de Janeiro para fazer um desses cursos?”. Seria uma ótima desculpa para passar uma temporada lá na Cidade Maravilhosa, mas é meio inviável, né? A solução então são os cursos de Ensino à Distância (EAD) que o Radix oferece. Eu vou começar a fazer as aulas de EAD, assim que fizer a primeira conto a vocês o que achei.

E aí, alguém aqui já fez algum curso no Radix? Fala pra gente o que achou!

22 opiniões sobre “Como se preparar para concursos: cursinhos”

  1. Mariana na época do concurso dos Correios eu dei uma olhada no site do Radix mas não gostei do fato dos cursos a distância não terem vídeo aulas. São slides com interfaces gráficas. Eu achei fraco para o preço que é cobrado. Ainda continua assim? Qais são suas expectativas para os cursos? Se gostar fala para gente… rsrs Bju

    1. Camila, eu ainda não fiz nenhuma aula deles, mas não acredito que o fato de serem slides interativos atrapalha na apreensão do conteúdo. Se conseguirem dar conta dos assuntos, de forma fácil, acho que já é bem válido.

      Agora a ideia de fazer vídeos é uma boa também, se bem que eu ainda sinto muita necessidade do escrito para fixar melhor as informações.

      Assim que fizer a primeira aula já conto para vocês.

  2. Nossa, Mari, que bacana esse curso, hein! Uma mão na roda para os concurseiros da nossa área!

    Conta tudo depois para gente saber se é mesmo bom! Pena que agora estou tendo que economizar senão me matriculava também!

  3. Já acessei o site do curso, mas além da aula a distância ser na forma de slides, o valor tb me desmotivou pois vc paga um absurdo apenas por uma parte da disciplinas, tipo, tá lá disponível Escola de Frankfurt por R$90,00, apenas esta Escola, não toda a disciplina de Teorias da Comunicação, se eu for pagar este valor por cada escola vai ficar dificil, sem condições….

  4. Eu sempre fuçava o site do Radix na esperança de implantarem ensino a distância. Até respondi a pesquisa que eles fizeram para implantar, mas quando vi o preço e como era (por interfaces gráficas) me desinteressei logo. Eu achei muito caro por um material que, na teoria, não pode nem ser baixado ou impresso. Fora que cada módulo (que corresponde a um assunto) tem 10 aulas, cada aula custa de 80 a 120 reais. Se eles disponibilizassem pelo menos o material para impressão já ajudava, mas desse jeito está além do meu alcance. E ainda assim, a opção de vídeo aulas me parece tão mais interessante que valeria, sem sombra de dúvidas, um investimento mais caro.

    É bom saber que você vai fazer, assim você pode tirar a impressão negativa que eu tenho desse curso a distância. Pode não ser tão ruim quanto eu penso que seja. E eu espero realmente que não seja!

    Bons estudos!

  5. Olá a todos!!! Eu moro no Rio, sou jornalista e já fiz o módulo completo do Radix (já tinha comentado isso aqui com vcs no blog). O Radix é excelente, recomendo para todos. É de altíssima qualidade. Inclusive eu já consegui ser aprovada em 2 concursos, apesar de não ter sido chamada e não sei se ainda tenho chance de ser, e conheço algumas pessoas que passaram por lá e conseguiram a aprovação e a convocação.

    Agora, sem querer polemizar mas já polemizando, o que eu recomendo a todos os jornalistas que querem aprovação em concurso público é que, além deste curso à distância no Radix, EXPANDAM SEUS HORIZONTES. Conselho de quem foi formada em um dos melhores cursos de jornalismo do país, que é o da UERJ, já está nesse barco de concursos há algum tempo e que é razoavelmente boa aluna e conhece outros tão bons e melhores que ainda não conseguiram a tão sonhada aprovação. Não sei se o meu conselho se restringe às grandes capitais, porque aqui o negócio tá MUITO brabo: qualquer concurso (e podemos usar aqui o clichê do concurso pra gari, mas é sério mesmo) está concorridíssimo.

    Uma pequena ilustração: no ano passado, eu, uma amiga formada em Direito que ainda não tinha conseguido passar num concurso na área dela, e uma outra amiga jornalista nos juntamos para traçar um plano B: estudar para o concurso da Caixa Econômica Federal. Nos matriculamos num cursinho especializado no qual tínhamos aulas todos os dias pela manhã, inclusive aos sábados (pra quem mora aqui no Rio, é o Gabarito, muito bom tb por sinal) e à tarde íamos para bibliotecas estudar. Parávamos lá pelas 7h30, 8 horas. Enfim, fizemos de tudo para passarmos e termos uma alternativa enquanto não conseguíamos alcançar nossos verdadeiros objetivos. Conclusão: mesmo depois de muito esforço, eu e minha amiga de Direito conseguimos passar em colocações não tão boas, minha amiga jornalista não conseguiu, e todo dia chegam novas pessoas me parabenizando pela aprovação pois tentaram e não conseguiram também Pessoas inteligentes, com ensino superior, das mais diversas formações… Minha amiga já foi convocada para uma agência e esta semana eu recebi meu telegrama para me apresentar na semana que vem. E, desde a prova da Caixa no ano passado até agora, não conseguimos aprovação decente em mais nenhum concurso…

    Nós recebemos muitas críticas de pessoas e professores que achavam que nós não devíamos nos desviar de nossas metas, mas eu estou com 28 anos, não dá para ficar à mercê do destino, entendem? Minha amiga nunca tinha tido uma carteira assinada na vida!!! No jornalismo então, isso é a coisa mais comum que existe: eu só tinha 6 meses de trabalho registrados na minha carteira. Concursos na área de comunicação têm pouquíssimas vagas (quando têm) e são dificílimos de se preparar para, porque o conteúdo é muito extenso, sou muitos autores, pode cair qualquer coisa, quase não existem cursinhos, apostilas então não se fala…

    É claro que desistir jamais, inclusive este domingo tenho prova para o Crea-RJ, vaga para jornalista, mas meus próximos grandes investimentos serão em concursos mais amplos e tangíveis (porque também tem que saber escolher, essa coisa de se investir em concurso pra fiscal tem que ter cacife pra dedicar toda uma existência à coisa, né?). Mais uma vez, não sei se em outros estados a situação está mais tranquila, de repente não há tantos jornalistas formados concorrendo (porque aqui no Rio, gente, parece que tem jornalista dando em árvores!!!), enfim, se vocês têm uma situação mais confortável que permita dedicação exclusiva aos concursos na área de comunicação com um mínimo de certeza que, se dedicando direitinho, a aprovação será certa. Porque, infelizmente, aqui não há essa zona de conforto, muito pelo contrário: eu acho que quem quer ser funcionário público e não é nenhum gênio ou não quer perder muitos anos esperando a aprovação, tem que olhar para a mesa, pegar suas fichinhas e saber saber que às vezes é necessário apostá-las em mais de um lugar ao mesmo tempo.

    Bjos a todos!!!

    1. Marília, obrigada pelo seu depoimento! Dei uma separada nos parágrafos só pra facilitar a leitura, tá?

      Você fez o curso do Radix para algum concurso específico? Ou o módulo foi de algum assunto, como “Teoria da Comunicação”? Conta mais pra gente como foi!

      Bom, acho que antes de tudo, é preciso pensar: quero ser jornalista de algum órgão público ou quero ser um funcionário público? Tenho vários amigos radialistas e jornalistas que não tiveram problema nenhum em trocar de área e tentar concursos que nada têm a ver com comunicação. Tem muita gente feliz, ganhando bem!

      Agora, eu pessoalmente quero continuar na área de comunicação, não tenho vontade de mudar de área! Nesse caso, preciso investir nos concursos pra minha área. São poucos, com poucas vagas, mas se mantenho o foco, sei que irei conseguir alcançar o meu objetivo!

      O importante é saber o que queremos, focar nisso e estudar muito!

      1. Oi Mari!!! Claro, sem problemas!!! E para quem não consegue se imaginar fazendo outra coisa na vida, eu super apóio que siga a mesma decisão que vc, pq o importante é nos esforçarmos pela nossa realização pessoal, não é mesmo? É isso que vale!!!

        Olha, eu fiz o módulo completo do Radix que, se não me engano, durou cerca de 8 meses e foi composto por todos os módulos individuais que eles oferecem, como Teoria da Comunicação, Comunicação Empresarial, Novas Tecnologias da Comunicação, etc. E, depois que acabou o ciclo completo, eu fiz alguns preparatórios sim para concursos específicos, como o de Furnas. O curso é ótimo, o difícil é a matéria mesmo!!! Por exemplo, mesmo que você tenha estudado pra caramba Teoria, sempre terá um autor que não deu tempo de vc conhecer mais profundamente, ou um novo autor que ainda não tinha sido contemplado nos cursos, ou um autor estrangeiro (pqp!), enfim, O CONTEÚDO É MUIIIITO AMPLO!!!! Isso desanima bastante…. Mas o meu mundo se expandiu infinitamente após o Radix, não tem nem comparação.

        Engraçado terem citado que a Infraero vai lançar edital pq um dos concursos que eu ainda aguardo ser chamada é justamente o da Infraero, que fiz em 2009 e passei em 10º lugar. Foi o meu primeiro concurso após ter iniciado o Radix, fiquei super feliz na época! Mas até agora nada… vamos ver, para as vagas aqui para o Rio o concurso expira em outubro. Estou à disposição para quaisquer outras dúvidas sobre o Radix!

        Beijão!!!

      2. Tenho um amigo que foi primeiro lugar na Infraero aqui em Pernambuco e também não foi chamado…

        Quanto aos assuntos de comunicação, é assim mesmo, nunca cessa! Por isso temos que estudar sempre!

      3. Para a Marília: Olha, Marília, eu acho que as vagas de comunicação social – jornalismo da Infraero serão para Brasília, BH, Vitória e Guarulhos.
        Gostei muito de ler seu depo.
        E embora as provas sejam difíceis, tenha jornalista em toda quadra, falta bom material e aquela coisa toda, o pessoal está super despreparado, vc não acha?
        A concorrência é grande em números, mas em qualidade… não acredito.
        Aqui no blog da Mari e no blog da Michele que eu vejo o pessoal mais preparado, focado msmo.

        Boa sorte ae no Crea!
        Beijos!

    2. Marília, se o seu depoimento fosse escrito por mim, eu não me espantaria. Nosso caso é muito parecido, com a única diferença de que eu prestei concurso pra o Banco do Brasil (e passei, graças a Deus!). De resto, é tudo igual. Já fiz alguns concursos, consegui aprovações, mas nada de convocação ainda. Acredito que minha primeira convocação será a do BB, e eu super estou interessado.
      Mas, de qualquer forma, meu objetivo mesmo é ser concursado para a área de jornalismo. Poucas vagas, muita concorrência. Eu sei disso, mas eu não desisto.
      Geraldo

  6. Mariana, sou do Rio e fiz o preparatório para a Petrobras no Radix e o módulo básico (ambos presenciais). No geral, achei bastante útil. Há aulas melhores, outras piores. Mas recomendo. Na minha turma, havia pessoas de outros estados (Bahia, se não me engano!).

    1. Valeu, Mara! Eu se pudesse faria o curso presencial, até porque adoro o Rio de Janeiro e ficaria fácil, fácil morando aí por um tempo! Mas tenho certeza que o curso de EAD será muito bom também! Tô ansionsa pra começar!

      1. Com certeza vai ser bom o EAD! Comentei do povo de outros estados porque achei bem curioso ver gente vindo de longe para se preparar aqui no RJ… É a concorrência!

  7. Comecei a estudar pra concurso em agosto de 2010. O primeiro que fiz foi de nível médio, área do direito, pra oficial escrevente do TJ. São 500 vagas, rodei bonito. Depois fiz de uma universidade federal de Porto Alegre pra jornalista, como não tive nem um mês pra estudar, rodei denovo. Em seguida fiz o concurso de jornalista da UFRGS, passei em primeiro lugar entre para duas vagas. E por fim, fiz um sexto lugar de jornalista de uma fundação de pesquisas agropecuaria do Estado. Passei em sexro lugar para 2 vagas.

    O que aprendi? Concursos de nível médio em área jurídica é um pessimo negocio, alem da concorrencia alta a maioria que entra é o pessoal formado em direito. Concurso de nivel medio acho a concorrencia absurda. Passa quem come livro!!!

    Eu acho que temos que avaliar nossas necessidades? Se você não pode se dar ao luxo de só estudar e precisa passar em algo que te um sustento, olha aí é o jeito tentar passar em algo, mesmo que não seja lá grande coisa. Mas trabalhando 8 horas por dia sobra muito pouco tempo pra estudar, aí seu sonho de passar num mega concurso, talvez, precise ser adiado. Uma coisa digo a vocês: ser concursado é o céu, melhor ainda se federal. Teu salario sai religiosamente no primeiro dia util do ano, tu tem plano de saude, auxilio alimentação, e, se for em universidade tu vai fazendo especialiação, mestrado, etc…teu salario vai subindo. Não tem chefe no teu pé vendo se tu trabalhando ou no facebook. Tu pode se dar ao luxo de se atrasar as vezes e mundo não vai desabar por isso. E o melhor NUNCA MAISSSSSS TU VAI TRABALHAR NO FERIADO, DIA SANTO, ANO NOVO, NATAL…. Vale muito a pena!!!!!! Cada hora de estudo, cada noite virada sobre os livros. A emoção de ver teu nome aprovado por teus próprios méritos é indescritível. Quando vocês passarem, vcs saberão!!

    A todos, força, garra e sorte!!!

  8. Acho que vou desistir desse concurso da Infraero. Além de ser CV, ainda corre-se o risco da privatização acontecer antes da convocação, caso passe. rs

  9. Em Brasília tem um cursinho, mas ele é especifico para o concurso da EBC… agora não sei se é nas Vestconcursos ou no Obcursos. Como estou desempregada espero sair a apostila para estudar em casa! 😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s